Walmart aposta em robôs que ajudam na reposição de produtos na loja

O robô escaneia prateleiras da loja procurando itens que estejam esgotados ou faltando, no lugar errado ou com o preço errado

Avatar

Por Isabela Borrelli

16 de novembro de 2017 às 14:23 - Atualizado há 2 anos

O varejo como nós conhecemos está para acabar. Diversas soluções inovadoras estão surgindo – inclusive, falamos das mais disruptivas na nossa reportagem especial “Conheça as tendências que prometem revolucionar o varejo” -, e uma delas está entrando em vigor no Walmart.

O robô parece uma caixa cinza com um braço comprido armado de câmeras. Elas, por sua vez, escaneiam prateleiras da loja procurando itens que estejam esgotados ou faltando, no lugar errado ou com o preço errado. A informação coletada é enviada para um funcionário (humano), que corrige o problema.

Apesar de poder representar uma ameaça, o CTO do Walmart dos EUA, Jeremy King, deixa claro que os funcionários não serão substituídos pelas máquinas. De acordo com ele, os robôs são 50% mais produtivos que os humanos quando se trata da tarefa em questão, além de poderem fazê-la constantemente.

Inscreva-se na maior conferência de tecnologia do varejo do Brasil e fique por dentro das iniciativas mais disruptivas do varejo!

De fato, a rede pode não ter planos de substituir os humanos tão cedo, mas sem dúvida ela está dando passos importantes na aderência a novas tecnologias em uma escala muito maior. No entanto, o Walmart não é a única gigante a se mobilizar para melhorar a produtividade: as inovações no varejo já estão aqui e você pode conhecer várias delas na maior conferência de tecnologia do varejo do Brasil!

(Via Techcrunch)