Venezuela anuncia criação da própria criptomoeda: “El Petro”

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

4 de dezembro de 2017 às 13:33 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Neste domingo, 3, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou a criação de uma criptomoeda do país. Ela funcionará como o bitcoin, com a diferença que será controlada por um país e atrelado a um bem físico – reservas de petróleo, ouro, gás e diamante.

A criação da criptomoeda tem o objetivo de contornar as restrições financeiras impostas pelos Estados Unidos. O governo americano congelou bens de membros do governo venezuelano com acusações de tráfico de drogas e violação de direitos humanos.

A Venezuela vai criar uma criptomoeda, El Petro, para avançar em termos de soberania monetária, para fazer suas transações financeiras e vencer o bloqueio financeiro”, anunciou Maduro.

Criptomoedas como o bitcoin já têm sido adotados por parte da população venezuelana para contornar a inflação do país e as restrições à compra de dólares.

A proposta de criação da criptomoeda foi de Hugbel Roa, ministro da Educação Universitária, Ciência e Tecnologia no país, segundo Maduro. O ministro deverá ser o responsável por disponibilizar a criptomoeda.

Ainda não há informações de quando o “El Petro” começará a circular. Em um movimento semelhante, a Rússia também anunciou a criação da própria criptomoeda em outubro.

Atualmente, as criptomoedas têm se destacado devido ao bitcoin – que atingiu o valor de US$ 10 mil recentemente. Elas são uma alternativa mais simples de transferir dinheiro para outros países, pois as transações acontecem mais rapidamente e são criptografadas pela blockchain. Ao mesmo tempo, todas as transações estão disponíveis abertamente, promovendo uma segurança em rede. Essa tecnologia é parte da Nova Economia, que surge para mudar o mundo como conhecemos. A blockchain e outras tecnologias inovadoras, como inteligência artificial, serão abordadas no evento 2018 – pois as mudanças já estão acontecendo. Participe!

(Via Terra)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão da StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha em patrocinar os eventos da Startse, entre em contato no patrocinio@startse.com.

[php snippet=5]