CEO do URBE.ME, Paulo Deitos, estará no ConstruTech Conference

Avatar

Por Isabella Câmara

15 de janeiro de 2018 às 16:52 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Investir em imóveis é uma das mais tradicionais formas de rentabilização de patrimônio. Entretanto, os maiores lucros do mercado imobiliário ficam restritos a investidores com alto volume, que aplicam seus recursos na incorporação do imóvel. Pensando em quebrar esse paradigma, Paulo Deitos, que palestrará no ConstruTech Conference, fundou o URBE.ME.

A empresa de investimento imobiliário utiliza o conceito de crowdfunding para tornar esse modelo de rentabilização acessível a todos. A cota mínima para investir no setor supera R$ 1 milhão, mas com a startup é possível investir valores a partir de R$1 mil, diretamente do computador, tablet ou até mesmo pelo celular. Por eliminar os intermediários e a burocracia presente nas formas tradicionais de se investir em imóveis, o URBE.ME amplia o potencial de retorno.

O processo é simples: as incorporadoras parceiras do URBE.ME apresentam os projetos de empreendimentos imobiliários para a startup, que faz uma rigorosa avalição com base na rentabilidade estimada, nos diferenciais, nas possibilidades de inovações e no impacto urbano.

Após o investidor realizar o cadastro na plataforma, ele escolhe um projeto, de acordo com a sua rentabilidade e possíveis riscos, e faz uma reserva de investimento. Ao confirmar o dinheiro investido transferindo os recursos via TED bancária, o investidor adquire um título que lhe confere uma participação percentual sobre o Valor Geral de Vendas do empreendimento.

Ao término da captação, o investidor recebe o seu título de dívida e consegue acompanhar o andamento das obras e dos fluxos financeiros recebidos por meio do seu painel no URBE.ME. Quando as vendas iniciarem, a incorporadora apura trimestralmente o valor obtido e transfere a participação do investidor.

Quando todas as unidades do empreendimento forem vendidas e a última parcela dos lucros for transferida ao investidor, o título é automaticamente encerrado.

Saiba mais sobre as tendências do setor de construção no Construtech Conference! Não fique de fora, inscreva-se.