Uber lucra US$ 2,5 bilhões no primeiro trimestre de 2018

Da Redação

Por Da Redação

24 de Maio de 2018 às 15:00 - Atualizado há 3 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Finalmente o Uber se tornou uma empresa que lucra? A empresa registrou um ganho de US$ 2,5 bilhões nos primeiros três meses do ano, revertendo a perda de US$ 4,5 bilhões de 2017. Só que não é recorrente: esse ganho só foi possível por causa da venda de suas operações em vários países.

Sem ele, o Uber teria tido US$ 480 milhões de prejuízo após registrar receitas de US$ 2,6 bilhões no trimestre. Essa também é uma boa notícia, pois mostra que o prejuízo do Uber é cada vez menor, tendo sido US$ 1,1 bilhão no último trimestre e US$ 800 milhões em período similar de 2017. A companhia gasta menos para subsidiar motoristas.

A empresa registrou US$ 11,3 bilhões em receitas totais (incluindo aí a parcela que vai para o motorista), que é o potencial dela quando todos os carros forem autônomos. Para aguentar esse prejuízo, a empresa vai levantar entre US$ 400 milhões ou US$ 600 milhões com investidores, com valuation de US$ 62 bilhões. A empresa quer deixar de ser startup e decidiu que abrirá o capital na bolsa ano que vem.