Seu próximo monitorador de exercícios físicos poderá ser um par de óculos

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

23 de fevereiro de 2018 às 19:24 - Atualizado há 4 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Dispositivos para contabilizar número de passos, distância percorrida em exercícios físicos e até o número de calorias queimadas são muito populares para esportistas em todo o mundo. Há algumas formas de realizar essas tarefas, como aplicativos em smartphones e contabilização em smartwatches. Agora, o monitoramento de exercícios físicos poderá ser feito através dos próprios óculos do usuário, trazendo uma nova funcionalidade para um objeto que já era utilizado na hora de realizar exercícios físicos.

A empresa VSP Global está lançando um par de óculos chamado Level, que monitora o movimento do usuário. Os óculos são pareados com o smartphone do usuário a partir do bluetooth e aplicativo no celular. Os óculos, que não inclui grau nas lentes, custa US$ 60 dólares.

Para rastrear o movimento, distância, tempo e calorias perdidas, os óculos possuem acelerômetros, giroscópios e magnetômetros. Carregado através de um conector magnético, a bateria dos óculos dura até cinco dias (dependendo do uso) e o tempo de carregamento de uma carga completa é de 30 minutos.

Há três diferentes modelos dos óculos disponível e se por um acaso o usuário perder os óculos, há como encontrá-los por meio de GPS no aplicativo.

Os dados do movimento são registrados no próprio aplicativo do Level e se o usuário atingir o próprio objetivo (como 50 pontos), ajudará pessoas a conseguirem um exame de vista e novos óculos.

                                             

A forma como nos relacionamos com a saúde está mudando – e os dispositivos inteligentes estão fazendo cada vez mais parte da nossa rotina. Um Apple Watch, por exemplo, já detectou diabetes em usuários com 85% de precisão. A tecnologia está cada vez mais presente na saúde e na medicina, e startups e empresas estabelecidas criam soluções para aumentar nossa qualidade de vida (e até tempo de vida) todos os dias. Para conhecer com detalhes como a tecnologia está revolucionando a saúde e medicina, leia o nosso e-book gratuito.

(Via Recode)

[php snippet=5]