Como será o investimento, segurança e legalização de Bitcoins no futuro?

Economistas, advogados e especialistas no tema discutem sobre o assunto no BitCoin Conference

Avatar

Por Isabella Câmara

7 de novembro de 2017 às 17:26 - Atualizado há 2 anos

Com mediação de Eduardo Glitz, sócio do StartSe, Fausto Botelho e Cícero Jacobi discutiram sobre as possibilidades de investimento da criptomoeda no Bitcoin Conference, a maior conferência sobre o assunto do Brasil.

O Bitcoin, um dos fenômenos atuais que conseguiu conquistar adeptos em todo o mundo, tem recebido cada vez mais olhares atentos do mercado financeiro. O CEO da Enfoque Informações Financeiras & ComStop Consultoria Financeira, Fausto Botelho, utiliza análises técnicas para extrair indicações lógicas do futuro da moeda. De acordo com ele, a oscilação do valor de mercado da moeda ocorre justamente pelo fato da mesma ser uma tecnologia disruptiva.

De acordo com o especialista, como a previsão de valorização das criptomoedas é volátil é necessário bastante precaução e preparação por parte do investidor.

Segundo Cícero Jacobi, quando você converte dinheiro em criptomoeda acabam-se os limites e eventuais riscos podem surgir. “Há risco como em todos os lugares. Mas o funcionamento do Bitcoin e das outras criptomoedas é muito parecido com o funcionamento da bolsa de valores, por exemplo”, diz o especialista.

Bitcoin é seguro e é legal?

Oliver Cunningham, da KPMG, Helena Suarez, da SuM e Galeno Garbe, do Mercado BitCoin, discutiram sobre a segurança das criptomoedas e sua legislação com mediação do sócio do StartSe, Pedro Englert.

Para Oliver, não demorará para empresas aceitarem o Bitcoin como forma de pagamento para seus produtos ou serviços. “Aos poucos vai acontecer essa aceitação, porém acontecerão muitos erros devido ao conservadorismo… Mas o dinheiro vai se digitalizar de qualquer jeito”, defende.

Segundo Helena Suarez, o mundo começa a entrar em uma fase de descentralização de sistemas e operações. Nesse contexto, o Bitcoin que, segundo a advogada é um modelo econômico, social e filosófico, veio para apoiar e dar autonomia para as pessoas usarem seu dinheiro sem nenhum tipo de intermédio.

A segurança da criptomoeda também foi tema de discussão desse painel. De acordo com Galeno Garbe, as criptomoedas foram criadas com foco principal em segurança. “As criptomoedas são muito mais seguras do que todas as tecnologias que protegem as transações bancárias na internet porque elas foram criadas com o design de segurança”, afirma Garbe.

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

[php snippet=5]