Red anuncia 1º smartphone capaz de reproduzir holografia do mundo

Avatar

Por Lucas Bicudo

7 de julho de 2017 às 18:33 - Atualizado há 3 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

A Red, companhia famosa por suas câmeras de filmagem de ultra qualidade, revelou um smartphone capaz de reproduzir holografias. Chamado Hydrogen One, o aparelho irá rodar com Android e pode ser adquirido em alumínio (US$ 1.195) ou titânio (US$ 1.595).

A Red fez seu nome vendendo câmeras de alta qualidade usadas para criar blockbusters de Hollywood – como Guardiões da Galáxia Volume 2, que foi o primeiro longa a ser filmado com a nova câmera compacta 8K da empresa.

Veja também: Montamos o e-book: “Conheça o Vale do Silício“, para te ajudar a entender como as coisas funcionam em um dos maiores centros de inovação do mundo.

Mas, como fabricante de dispositivos móveis, a companhia ainda não se provou e pouco se sabe sobre os principais recursos que prometeu.

“O Hydrogen One é a base de um futuro sistema de mídia multidimensional”, diz o comunicado de imprensa da empresa. O dispositivo será modular, o que significa que algumas partes podem ser trocadas, adicionando ou subtraindo peças de hardware para fazê-lo ter diferentes funções.

Ainda mais ambiciosa é a promessa da empresa de uma exibição holográfica que não requer nenhum tipo de óculos especiais.

Red acrescentou: “Este incrível display de retina apresenta nanotecnologia que alterna perfeitamente entre conteúdo 2D tradicional, conteúdo de visualização múltipla holográfica, conteúdo 3D e jogos interativos”.

O analista Ben Wood disse à BBC que o dispositivo teria dificuldade em capitalizar uma quantidade significativa do mercado de smartphones.

“Tecnologia de câmera e de tela são características âncora em smartphones high-end. Seria tolo descontar algo que parece tão disruptivo. O problema é que a história mostra que é raro que avanços notáveis como esse acabem mudando um mercado para sempre”.

(via BBC)

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]