Qual será a próxima grande tecnologia que desbancará os smartphones?

Avatar

Por Lucas Bicudo

3 de junho de 2016 às 13:27 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A mundo da tecnologia está obcecado em saber qual plataforma substituirá os smartphones. Ano passado, a inovação estava creditada aos wearables, como Apple Watch e FitBit. No anterior, realidade virtual. Mais um atrás, o Google Glass.  Cada um desses gadgets já foram responsáveis pelo próximo salto de como interagiríamos com a tecnologia, mas todos eles falharam até então. Não que esses conceitos não tenham sido inovadores, mas talvez suas aplicações tenham sido mal executadas.

O StartSe ensina, em e-book online e gratuito, como validar uma ideia e acelerar sua startup de maneira responsável, para que você não cometa os mesmos erros e invista anos e anos de esforço em algo que não te trará o retorno esperado.

Existe até esperança para essas tecnologias, mas sejamos honestos, hoje somos completamente viciados em nossos smartphones e ainda terá um belo de um chão até que alguma delas assuma o papel de disruptiva.

Dito tudo isso, qual então é o hype de 2016? A resposta é controle por voz e inteligência artificial. Pense no Amazon Echo e o Google Home como autofalantes conectados à internet, com assistentes digitais inteligentes vivendo dentro deles. De todas as ideias que permeiam a discussão sobre como nós lidaremos com a tecnologia em seguida, controle por voz certamente é a mais promissora.

Mary Meeker, uma analista da KPCB, mostrou em seu relatório anual “State of the Web”, o quão próximos nós estamos de mudar como interagimos com a internet através do controle de voz, principalmente em casa e no carro.

Não está convencido? Vejamos o que Meeker diz. Primeiramente, observemos como a interação do ser humano com os computadores evoluíram ao longo do tempo. Passamos de cartões furados, para teclados e chegamos no toque sensível à tela. A próxima parada? Voz. Livrar-se do contato físico. A Siri nos deu um gostinho sobre controle de voz lá em 2011, mas até hoje nunca foi inteligente o suficiente para as pessoas confiarem nela com qualquer coisa.

Mas agora nós temos o Amazon Echo, um computador livre de telas que pode assumir muitas das funcionalidades de um smartphone, só que agora controlado completamente por voz. A Amazon já anunciou que quer fazer parcerias e integrar a tecnologia de terceiros em seu aparelho, possibilitando que desenvolvedores criem aplicativos para responderem os mais diversos comandos no Echo. Uber, Capital One, Spotify, Domino’ são exemplos de companhias que já estão integradas à torre assistente.

E onde está o diferencial nisso? Quer pedir um Uber? Ou checar suas finanças? Quem sabe pedir uma pizza enquanto ouve uma música no Spotify? Tudo isso agora poderá ser feito em alguns segundos. Isso quebra barreiras. Você não precisa mais pegar seu aparelho, destravá-lo, abrir o aplicativo, digitar uma mensagem, para que você consiga se comunicar com qualquer coisa.

Os smartphones não irão sumir, mas para muitas tarefas, apenas dizer em alto e bom tom o que você quer que aconteça será uma experiência completamente diferente.

Mas ainda há alguns desafios que precisam ser enfrentados nesse caminho. Falando assim tudo parece lindo, mas grande parte dos assistentes digitais que encontramos hoje não são inteligentes ou precisos o suficiente para completar 100% das tarefas requeridas a todo momento. Outro ponto chave é fazer com que as pessoas se sintam confiantes que suas tarefas serão realizadas sem a presença de um contato visual que comprove. Esses aparelhos estão ficando cada vez mais precisos e há muito potencial em um futuro próximo, mas ainda existem coisas que precisam ser alinhadas.

(via TechInsider)

Mensagem do Editor

Ei, tudo bom?

Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.

E te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]