Peugeot é mais uma montadora que só vai ter carros elétricos em poucos anos

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

18 de janeiro de 2018 às 14:24 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Peugeot-Citröen planeja oferecer opções de veículos elétricos e híbridos para todos os seus modelos existentes até 2025, segundo o que afirmou o CEO Carlos Tavares. O CEO ainda afirmou que a empresa irá retornar para o mercado americano com essas n, do qual saiu há mais de duas décadas.

Dos carros lançados até 2030, a empresa ainda pretende que 80% deles possuam funcionalidades de direção autônoma parciais. Outros 10% deverão ser totalmente autônomos. Para atingir esse objetivo, a empresa já está se associando a outras companhias de tecnologia autônoma. A Peugeot iniciou um programa piloto de carros autônomos na França, com a Almotive, e já trabalhou com a Nutonomy.

[php snippet=5]

E, para voltar para o mercado americano, o CEO Carlos Tavares afirmou que a empresa começará com um serviço de corridas usando veículos de outras marcas, e então utilizar os próprios carros da empresa no serviço. O terceiro e último passo será voltar a vendê-los para os consumidores dos Estados Unidos.

O que cada dia fica mais claro, devido aos anúncios feitos pelas construtoras de carros, é que as empresas que não aderirem aos veículos elétricos ficarão para trás. A General Motors lançará 20 carros elétricos em 6 anos; a Ford foi ainda mais ambiciosa e anunciou que lançará 40 carros elétricos até 2022; a BMW já vendeu 100 mil carros elétricos no ano passado e até mesmo a Shell, que tem uma das maiores redes de postos de gasolinas, está planejando construir uma infraestrutura para carros elétricos. Em breve, você poderá escolher até o quanto quer pagar e a potência que deseja para o seu carro elétrico, já que empresas de carro de luxo como Ferrari e Aston Martin também entrarão no negócio.

Os carros elétricos e autônomos compõem um dos pilares de mobilidade da Nova Economia. Para saber como essas tecnologias impactarão em nossas vidas, participe do evento que preparamos para você: 2018 – A Revolução da Nova Economia, com as tecnologias mais inovadoras do mercado discutidas por especialistas de cada setor.

(Via Techcrunch)