Pesquisadores criam dispositivo que pode ajudar a transformar água poluída em potável

Avatar

Por Lucas Bicudo

18 de agosto de 2016 às 17:24 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Um pequeno dispositivo criado por pesquisadores da Universidade de Stanford pode ajudar a transformar água poluída em potável. O aparelho usa energia solar para reduzir a contaminação por bactérias em mais de 99% na água.

O pesquisador Yi Cui criou o dispositivo usando uma nanoestrutura arranjada de forma semelhante à uma impressão digital feita de cobre, com um composto químico fotocatalítico chamado dissulfeto de molibdênio. Ao ser atingido pela luz solar, estas estruturas liberam peróxido de hidrogênio e outros produtos que destroem as bactérias e se dissolvem na água.

Já existem métodos de matar germes, como ferver a água, por exemplo, mas consome combustível fóssil – e sabemos de todas as limitações que esse tipo de recurso natural tem. Também é possível colocar a água em garrafas de plástico transparentes e deixar a radiação ultravioleta matar os germes, mas esta prática leva 48 horas e não é totalmente eficiente.

Ou seja: jeito tem, mas até então nada próximo do ideal.

Cui explica que em seus experimentos, o dispositivo matou 99,9999% das bactérias na água, em apenas 20 minutos de exposição à luz solar. No entanto, ele observa que ainda são necessários mais testes e pesquisas, já que o primeiro só foi executado em uma quantidade pequena de água e com apenas três tipos de bactérias.

Sabemos que no mundão as coisas não são tão simples assim, mas os esforços dos pesquisadores de Stanford são bastante animadores. Poderia resolver muita coisa se utilizados em larga escala.

(via Digital Trends)

Mensagem do Editor
Ei, tudo bom?
Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.
E vou te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!
É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]
E não é só isso! Você tem alguma sugestão de pauta? Quer conversar sobre sua startup? Assessora alguma empresa? Tem alguma dica que pode ajudar outros leitores? Quer ter a SUA matéria publicada no site?
O StartSe quer ouvir de VOCÊ, nosso leitor, o que precisamos fazer para melhorar cada vez mais o site! Deixamos o form abaixo para você, mas se quiser, basta mandar um e-mail para redacao@startse.com.br!
 [contact_bank form_id=3]
[php snippet=9]
E por último, não esqueçam de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook! Lá poderemos debater tecnologia, inovação, startups, empreendedorismo e criar um ambiente saudável de troca de opiniões e networking!