Nvidia suspende fornecimento de chips para Uber após acidente

Avatar

Por Elena Costa

3 de abril de 2018 às 10:55 - Atualizado há 3 anos

Logo Summit 2021 O evento que irá definir o ponto de partida para você construir sua estratégia vencedora para 2021

100% online e gratuito

De 23 a 25 de Fevereiro, das 17hs às 20hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Nvidia, empresa que fornece chips para os carros autônomos do Uber e próxima gigante do Vale, anunciou que temporariamente está suspendendo os seus testes com veículos autônomos em vias públicas até saber mais informações sobre o acidente em Arizona.

“O acidente foi trágico”, afirmou o porta-voz da empresa, Fazel Adabi, em comunicado. Ele também disse que o acidente é um lembrete da dificuldade de trabalhar a tecnologia SDC e que como ela necessita de cautela ao ser abordada e manuseada.

Outras companhias de carros autônomos também suspenderam os seus testes, incluindo a Toyota e a nuTonomy, que desenvolve o software para os veículos autônomos. O Uber parou imediatamente os seus testes após o acidente.

O governador de Arizona, Doug Ducey, afirmou que está suspendendo a licença de permissão de teste de carros autônomos do Uber indefinidamente. Ele encaminhou uma carta a empresa afirmando que eles falharam ao não cumprir a expectativa de que a segurança pública seja a principal prioridade para as companhias que operam veículos autônomos no Estado.

“No melhor interesse do povo do meu estado, eu ordenei ao Departamento de Transporte do Arizona para suspender a capacidade do Uber de testar e operar veículos autônomos nas estradas públicas do Arizona”, escreveu Ducey em sua carta. “O Arizona não tolerará menos do que um compromisso inequívoco com a segurança pública”, completou.

A cidade de Boston também anunciou a suspensão dos testes em suas vias temporariamente, mas já autorizou as startups nuTonomy e Optimus Ride a continuarem os seus testes na região.

Acidente reforça que os testes e licenças de uso comercial de carros autônomos necessitam de algum tipo de regulamentação. Forçando tanto o governo federal e os órgãos de regulamentação regionais a  confrontar as muitas questões sobre como regular a tecnologia à medida que a confiança do consumidor se deteriora gradualmente.

Os veículos autônomos estão cada mais presentes no nosso cotidiano. Fique por dentro desta e outras tendências para se observar ao longo do ano e quais as apostas dos maiores especialistas do mercado com o nosso e-book 2018: The Observation Deck.

(Via Recode)

Não deixe de entrar no grupo de discussão da StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

[php snippet=5]