Net30 quer resolver o problema de pagamentos no setor de construção

Avatar

Por Isabella Câmara

4 de dezembro de 2017 às 15:19 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O processo de cobrança e pagamento no setor de construção não funciona mais como antes. Os contratos são, muitas vezes, presos sem capital de trabalho suficiente uma vez que essas transações demoram cerca de 70 dias para serem realizadas. A Net30, uma startup que faz parte do programa da Y Combinator, quer resolver esse problema.

A plataforma permitirá que as empresas de construção manipulem faturas e depois façam pagamentos online direto nas contas bancárias dos empreiteiros. Tal processo digitalizará uma transação que hoje é feita somente em papel – muitas faturas ainda são enviadas por fax e os pagamentos são feitor por meio de cheques de papel. Além de tornar o processo digital, a Net30 também possui um recurso que calcula descontos de pagamentos antecipados.

A ideia inicial dos dois fundadores da Net30, Casey Bell e Anthony Cirinelli, era  construir uma plataforma de pagamentos antecipados. Porém, após conversar com empreiteiros, eles perceberam que seria preciso muito mais do que isso para corrigir o problema de pagamento no setor de construção. A questão é tão grave que os pagamentos atrasados são uma das principais razões da falência de muitas empresas de construção. “É um problema tão grande e é a força vital da indústria, mas ninguém está abordando isso de uma maneira simples”, diz Bell.

Não fique de fora do futuro do setor de construção: inscreva-se na Construtech Conference!

Os motivos dos atrasos são diversos. Isso porque projetos de construção comercial podem envolver dezenas de subcontratados e para cada um é necessário enviar uma fatura diferente. Cada fatura, no entanto, é uma pilha de documentos que inclui um detalhamento do trabalho realizado, formulários legais e outras documentações. Com todos esses papéis, qualquer erro pode atrasar o pagamento.

Esse atraso é o grande pesadelo para empreiteiros que precisam de fluxo de caixa para continuar trabalhando em outros projetos. Por isso, a Net30 reunirá todas as empresas que trabalham no mesmo projeto em uma única plataforma a fim de facilitar e garantir que todas as faturas estejam corretas e transparentes.

A Net30 compete pelo software de faturamento Textura, que foi adquirido pela Oracle no ano passado. O Textura é projetado para empresas de grande porte, porém, segundo Bell existem milhares de pequenas e médias empresas que também precisam de um software de faturamento projetado especialmente para suas necessidades.

A empresa está entre várias startups focadas no desenvolvimento de ferramentas para o setor de construção, assim como o aplicativo PlanGrid e o software UpCodes. De acordo com Bell, a indústria de construção demorou para adotar novas tecnologias, mas agora está começando a ver que é mais fácil implementar esses softwares. “Eu acho que vamos ver o setor de construção se tornar cada vez mais avançado e produtivo com essas soluções”, diz ele.

Conheça ainda mais novidades que prometem impactar o setor de construção no maior evento sobre o assunto já realizado no Brasil!

(Via TechCrunch)