Microsoft “cria” oportunidade de US$ 50 bilhões de um dia para o outro

Da Redação

Por Da Redação

3 de dezembro de 2015 às 14:45 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 16 a 19/Nov, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Satya Nadella está comemorando. Ele acredita que a empresa que ele comanda, a gigante Microsoft, está no caminho certo para abocanhar uma receita extra de US$ 50 bilhões (ou mais) em até um ano.

Tudo isso por conta do que é basicamente um aumento no preço de um dos seus principais produtos – o Office 365 para empresas, mostra o Network World. A Microsoft acaba de introduzir uma nova faixa do produto que costa cerca de US$ 35 por mês por cada usuário (cerca de US$ 420 por ano) – o E5. Isso é US$ 13 acima do atual patamar mais elevado, o E4. 

Mas a empresa deve eliminar o E4 no ano que vem, fazendo com que quem busque o melhor pacote Office tenha que assinar o E5. E isso deverá aumentar a lucratividade do pacote de programas para escritório, ainda o mais utilizado em todo mundo, com boa folga – embora o Google Apps for Work esteja chegando. 

Contudo, muitos acreditam que o E5 seja apenas uma “mudança de marca” do E4, que não fez muito sucesso. Não se sabe como os usuários do Office 365 vão reagir a essa mudança, nem se a Microsoft terá que fazer descontos elevados para manter alguns usuários no serviço. Nadella, porém, está confiante que esse é um enorme pulo do gato.