Loja de aplicativos lança moeda digital para apps, financiada por ICO

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

31 de outubro de 2017 às 15:41 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A Aptoide é uma loja de aplicativos Android de uma startup portuguesa homônima. A Aptoide criou o protocolo AppCoins, um sistema blockchain na plataforma Ethereum. Na plataforma, estará disponível a moeda virtual AppCoin, também criada pela startup. Uma oferta inicial de moedas (ICO) será realizada para financiar o projeto. A ICO acontecerá a partir de 6 de novembro e disponibilizará 12% dos tokens AppCoin.

O AppCoins estará disponível na Aptoide após a ICO e poderá ser adotada por qualquer loja de aplicativos, tornando-se uma moeda virtual operante em qualquer sistema operacional. O objetivo é criar uma moeda única a ser usada nos aplicativos. A moeda será democrática pois mesmo quem não possui meios de pagamento online poderá realizar transações, já que os usuários ganharão AppCoins quando interagirem com os aplicativos.

Para os desenvolvedores, a plataforma blockchain elimina os intermediários de pagamento e publicidade, aumentando a margem de lucro. A transparência da blockchain também possibilita a aprovação dos aplicativos mais rapidamente, pois a reputação e processo de aprovação de aplicativos estará disponível e acessível para todos.

Com a plataforma e a moeda virtual, o objetivo é trazer três soluções: a diminuição da intermediação nas publicidades de aplicativos, gerando maior lucro aos desenvolvedores; maior acesso a compras online, já que é possível realizar transações sem cartões de crédito e uma maior transparência na aprovação de aplicativos.

“Hoje, com tecnologia blockchain e smart contracts, podemos desbloquear todo o processo de distribuição e monetização de apps para developers. Ao reduzir os intermediários de Adtech, a AppCoins reduz para 15% os custos de intermediação para o developer, comparando com uma média de indústria que varia entre 40% e 70%”, afirma Ren Tang, vice-presidente de Produto da Aptoide.

Para discutir como a blockchain e moedas virtuais estão mudando o mundo, participe da Bitcoin Conference, que contará com os maiores especialistas do Brasil em moedas virtuais como Bitcoin e Ethereum. Lá vamos contar as perspectivas para a moeda, blockchain e altcoins.

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão da StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha em patrocinar os eventos da Startse, entre em contato no patrocinio@startse.com.

[php snippet=5]