Jogo de smartphone satiriza pedido de impeachment de Dilma

Da Redação

Por Da Redação

3 de dezembro de 2015 às 10:01 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Depois que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), autorizou a abertura de um processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff na última quarta-feira, os desenvolvedores da Tupinikim Tecnologia resolveram não perder tempo na sátira.

Já no final da noite de quarta, a empresa publicou na loja de aplicativos dos dispositivos Android, Google Play, o jogo “Corre Vilma”. Trata-se de um game de perseguição, onde o “personagem fictício Vilma” precisa correr de população e políticos de oposição para manter seu cargo.

A descrição do jogo faz piada até com o visual da presidente. “Tente sobreviver o máximo possível e coletar quanto dinheiro puder! (afinal, não se mantém esse enorme topete sem nenhuma graninha né?)”, diz o texto. Dez horas depois do lançamento, o jogo já tem 46 avaliações, quase todas elas com 5 estrelas, uma com 4. Ele pode ser baixado aqui.