Jeremy Gardner contou o que fez para ser multimilionário com Bitcoin aos 25 anos

Avatar

Por Isabela Borrelli

7 de novembro de 2017 às 18:01 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

Jeremy Gardner, co-fundador e Sócio da Blockchain Education Network (BEN), co-fundador da Augur e Venture Partner da Blockchain Capital e sócio da Ausum Ventures, participou nesta tarde do Bitcoin Conference, maior conferência de criptomoedas do Brasil.

“Hoje, bitcoins são um assunto muito cool, com crescimento exponencial e impressionante. E, para ter esse crescimento, ou é realmente algo fantástico ou é uma bolha”, falou Gardner enquanto abria a palestra. Claramente, o expert, que tem todo o currículo investido na área de criptomoedas e blockchain, acredita mais na primeira opção. No entanto, sua história com a moeda começou lá atrás, quando ninguém tinha muita noção de seu potencial.

Segundo ele, no começo bitcoin era associado diretamente com a Silk Road, um mercado negro online que operava na deep web e vendia drogas ilegalmente. Quando o site foi posto abaixo, em 2013, era tido como certo que o uso do bitcoin tinha acabado junto. No entanto, nem todos acreditaram nisso.

Depois de ouvir falar diversas vezes sobre a tecnologia, ele decidiu estudar afundo. A partir disso, ele percebeu duas lições valiosas: 1. O valor da criptomoeda e 2. O seu potencial como uma ferramenta de empoderamento. “Percebi que 2 bilhões de pessoas desbancarizadas poderiam ter acesso a dinheiro online por meio do blockchain”, revelou.

Mas perceber o potencial daquela tecnologia não era tudo. Jeremy também estava em contato constante com empreendedores e banqueiros e percebeu que todos começaram a criar interesse pelo tema. Foi quando ele teve a oportunidade de uma vida: investiu uma boa quantia na criptomoeda e viu os números subirem exponencialmente. O segredo, segundo ele, é estar por dentro: “Dá para investir e ganhar muito se você estiver bem informado”.

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

[php snippet=5]