“iPhone 2017” vai ser uma revolução (e trazer algo velho novamente)

Não se esperava algo assim, já que o iPhone de 2017 deveria ser, de acordo com a tradição da empresa, uma versão melhorada do iPhone deste ano – e assumir o nome de iPhone 7S

Avatar

Por Da Redação

28 de março de 2016 às 13:19 - Atualizado há 4 anos

O iPhone 7 deve sair ainda em 2016 e ser apenas uma leve evolução do iPhone 6S. O que surpreende, porém, é o que se espera do iPhone que será lançado em 2017: uma grande revolução sobre o aparelho da Apple.

Não se esperava algo assim, já que o iPhone de 2017 deveria ser, de acordo com a tradição da empresa, uma versão melhorada do iPhone deste ano – e assumir o nome de iPhone 7S. Mas parece que ele será drasticamente diferente, de acordo com Ming Chi Kuo, da KGI Securities.

De Taiwan, Kuo é o mais respeitado entre os analistas que avaliam a linha de produção da Apple, graças ao seu relacionamento com os fornecedores da Apple – e por diversas vezes já acertou novidades, preços e planos da Apple por conta disso. Ele destaca algumas novidades do “iPhone 2017”, que é como o novo aparelho revolucionário está sendo chamado:

1 – Vidro
O iPhone deixará de ter a traseira de alumínio e voltar a usar a traseira de vidro e bordas de metal, assim como o iPhone 4. Será um novo design revolucionário.

2 – Tela de AMOLED, mas sem bordas
A tela do iPhone 2017 deverá ser uma de 5,8 polegas de AMOLED, um display melhor do que as atuais telas de LED. Contudo, a tela, embora maior que as atuais, não fará o iPhone 2017 ser gigante: a empresa deverá matar as grandes bordas.

3 – Fim dos modelos Plus
O iPhone 6 trouxe uma novidade: os modelos Plus, com tela maior. O iPhone 2017 não deverá ter essa diferenciação. Contudo, um detalhe interessante: talvez ele apenas substitua a linha Plus, passando a ser o iPhone mais premium.

4 – Carga sem fio
Esse é o motivo pelo qual a Apple vai optar por uma traseira de vidro. Ela é melhor para sistemas de carregamento sem fio baseado em ondas de rádio.

5 – Reconhecimento facial
O iPhone 2017 também deverá trazer uma tecnologia de reconhecimento biométrico. A Apple comprou a Emotient, uma startup de reconhecimento facial, no ano passado.