IBM lança plataforma de blockchain para pagamentos entre países

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

16 de outubro de 2017 às 13:01 - Atualizado há 3 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

A IBM anunciou neste domingo, 15, a criação de uma tecnologia de pagamentos com blockchain, criada em parceria com a KlickEx Group e Stellar.org. O objetivo é de diminuir o tempo e os custos de transações internacionais – além de deixá-las mais seguras.

A blockchain é uma tecnologia que realiza transações virtuais de forma segura e transparente, já que toda operação realizada permanece disponível, como um livro aberto, para todo o mercado. Ela é amplamente utilizada em transações virtuais por criptomoedas – o bitcoin, por exemplo. Até Jamie Dimon, presidente do JP Morgan, detrator do Bitcoin, adora a tecnologia. “Deus salve o blockchain”, disse recentemente.

Atualmente, operações internacionais passam por diversos intermediários, como a conversão de moedas, por exemplo. A plataforma da IBM quebra essa intermediação, tornando-se única e reduzindo o tempo de processamento que antes viria a ser de dias ou semanas. A solução da IBM permite pagamentos entre cliente e consumidor com qualquer moeda da rede, garantindo segurança e eficiência, pois as transações por blockchain são virtuais e processadas rapidamente.

Bancos globais líderes – como o Danamon e Bank Negra na Indonésia, Bank Permata, National Australia Bank, entre outros – estão contribuindo com o desenvolvimento da solução para expandi-la em todo o mundo. No futuro, essa solução pode tornar-se uma centralizadora de moedas digitais, títulos e ativos financeiros emitidos por bancos centrais de todo o mundo.

A BigBlue entra em parceria com a KlickEx Group, uma companhia regional de serviços financeiros que atua em mais de 60% das transações de câmbio anuais na região do Pacífico e Europa. Já a Stellar.org entra com a tecnologia de blockchain para gerar a solução da IBM.

Os consumidores poderão usar a blockchain em diversos estágios da transação, como armazenamento dos termos do contrato e câmbio, e, é claro, finalizá-la. “O impacto econômico na melhoria do fluxo de comércio e dinheiro pode ser profundo”, disse a IBM. Para a World Bank, a modernização nos pagamentos pode ajudar a estender os serviços financeiros para até um bilhão de pessoas até 2020.

Para saber mais sobre a blockchain, moedas e transações virtuais, participe da Bitcoin Conference realizada pela StartSe. Confira.

(Via VentureBeat)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão da StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha em patrocinar os eventos da Startse, entre em contato no patrocinio@startse.com.

[php snippet=5]