IBM economiza cerca de R$1.050 em PCs que substitui por Macs, diz Apple

Os computadores da Apple são mais caros do que os PCs comuns que usam Windows, mas o custo é maior

Avatar

Por Paula Zogbi

28 de outubro de 2015 às 14:17 - Atualizado há 4 anos

Apesar de computadores da Apple serem mais caros do que a maioria dos PCS, a Apple afirma que todas as vezes que um computador com Windows é substituído por um Mac, a escolha vale a pena financeiramente no longo prazo.

De acordo com o diretor financeiro da Apple, Luca Maestri, a IBM economiza aproximadamente US$270 para cada MacBook usado pelos funcionários da companhia, principalmente por conta de gastos com manutenção e valor residual.

Ele disse também, durante a divulgação dos resultados trimestrais, que a IBM usa cerca de 30.000 MacBooks, e que o número cresce em 1.900 por semana. Aliás, de acordo com o Business Insider, a IBM fechou um acordo com a Maçã para comprar 50.000 MacBooks até o final desse ano.

Os elogios aos Macs não vêm só da Apple. Na semana passada o vice-presidente da IBM Fletcher Previn disse em uma conferência que apenas 5% dos usuários de Macs na companhia chamam o serviço de assistência técnica, número que sobe a 40% para usuários de PC. É uma história de amor.

Provavelmente não foi à toa que a Apple teve um recorde de vendas de Macs neste trimestre, com 5,7 milhões de unidades. Só as vendas de iPhones superaram as de Macs na receita total, divulgada ontem. O CEO Tim Cook disse também que as vendas a empresas agora geram US$25 bilhões, 40% a mais do que no ano passado. “Negócios com empresas não devem ser subestimados. Eu vejo ótimas oportunidades em cada lugar que olho”, ele afirmou.