Google abre laboratório de pesquisa em AI na China

Avatar

Por Isabela Borrelli

14 de dezembro de 2017 às 10:06 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A ferramenta de busca do Google pode estar bloqueada na China, mas a empresa ainda tem centenas de equipes no país que trabalham para serviços internos. No caso, não seria tanta surpresa essa iniciativa do Google, uma vez que a China está com um número crescente de talentos de AI.

Conheça as últimas inovações que estão surgindo no país na Missão China! Inscreva-se!

Apesar da investida no país, essas contratações não são um sinal que a gigante vai lançar novos produtos na China. O time que ficar em Beijing trabalhará com colegas da área de AI do Google que ficam ao redor do globo, incluindo Nova York, Toronto, Londres e Zurich.

“Eu acredito que a inteligencia artificial e os benefícios dela não têm limites. Se um avanço acontecer no Vale do Silício, Beijing ou qualquer outro lugar, tem o potencial de fazer a vida de todo mundo melhor. […] Nós queremos trabalhar com os melhores talentos em AI, onde quer que ele esteja, para atingir isso”, escreveu Dr. Fei-Fei, cientista chefe do Google Cloud, em uma postagem anunciando os planos para o laboratório da China.

O Google que se cuide: a competição não está fácil para conseguir talentos no país. Além das três grandes empresas de tecnologia da China – Baidu, Tencent e Alibaba -, a Bytedance, estimada em US$ 30 bilhões, e as crescentes SenseTime e Face++ também competem por engenheiros de AI!

Ao mesmo tempo em que tem uma competição de peso para enfrentar, o Google está no caminho certo. A China sem dúvida é um dos maiores hubs de inovações do mundo, sendo o país com mais unicórnios do mundo, atrás apenas dos EUA.

Foi pensando nisso que a StartSe elaborou a Missão China, uma imersão em um dos países mais inovadores do mundo! A missão ocorrerá do dia 21 a 26 de maio de 2018.

Mas fique esperto: as vagas são limitadas! Garanta já a sua: inscreva-se!

(Via: Techcrunch)