“No Japão, a regulamentação de exchanges de Bitcoin ajudou o país a alcançar 60% do mercado”, segundo cofundador da Foxbit

Avatar

Por Isabela Borrelli

7 de novembro de 2017 às 17:22 - Atualizado há 3 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

O Bitcoin Conference, maior conferência sobre criptomoedas no Brasil, contou também com um painel com a presença de Marcelo Maisonnave, fundador e ex-sócio da XP Investimentos, João Canhada, cofundador da Foxbit, e Rodrigo Batista, do Mercado Bitcoin.

Os experts conversaram sobre o crescimento e oportunidade das duas exchanges em questão e, principalmente, sobre a regulamentação das criptomoedas. Segundo Rodrigo Batista: “Eu só vi algo nessa proporção [do crescimento do bitcoin] na época das compras coletivas. Então, nós do Mercado Bitcoin procuramos fazer tudo de forma estruturada para não acabar igual às compras coletivas”.

João Canhada, da Foxbit, acredita que a regulamentação de exchanges pode ser algo positivo, incentivando a compra e a negociação da moeda, uma vez que se tornaria mais confiável, evitando possíveis fraudes. “No Japão, a regulação de exchanges de Bitcoin ajudou o país a alcançar 60% do mercado”, revelou. No caso, antes da regulamentação, o país era responsável por somente 2% do mercado de bitcoins.

Ao mesmo tempo, a regulamentação ainda parece que vai demorar para chegar ao Brasil. Batista afirmou que se ela ocorrer, provavelmente vai levar uns dois anos, mas isso não significa que é motivo para baixar a guarda. “Enquanto isso, o que temos feito é montar uma estrutura sólida e coesa para mostrar que somos bem-intencionados e estamos pensando a longo prazo”.

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

[php snippet=5]