Falta de gente especializada é maior barreira para inteligência artificial

A pesquisa da Gartner revelou que empresas preferem usar soluções com I.A do que desenvolvê-las, por carência de profissionais

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

6 de novembro de 2017 às 15:35 - Atualizado há 2 anos

Quando o conceito de “inteligência artificial” se tornou popular no Brasil, em 2001 – com o filme homônimo -, pensávamos em revoluções em que robôs conviveriam ativamente em sociedade. Hoje, sabemos que a realidade é outra e usamos essa tecnologia na análise de dados, relacionamento com clientes, entre outros.

16 anos já se passaram e, mesmo encontrando diversos usos para a inteligência artificial, 60% das organizações pesquisadas pela Gartner ainda não exploraram essa tecnologia. A Gartner é uma empresa de consultoria em tecnologia que realiza pesquisas nessa área.

A pesquisa também demonstrou que quase a metade das organizações ainda preferem comprar soluções com inteligência artificial. A falta de mão de obra qualificada é o principal motivo da falta de desenvolvimento da inteligência artificial pelas empresas.

Há uma grande dificuldade em encontrar pessoas qualificadas em técnicas de inteligência artificial, como deep learning. As inovações com essa tecnologia encontram-se, muitas vezes, nas universidades.

Jim Hare, vice-presidente de pesquisa na Gartner, afirma que empresas devem contratar universitários especializados em data science e machine learning. Para ele, esses alunos participam de grandes empresas como Google, Amazon e Microsoft ou criam as próprias startups.

Mesmo que ainda não possuamos robôs, a inteligência artificial é uma tecnologia promissora em vários segmentos, como a análise de dados. A inteligência artificial é um ativo da Nova Economia pois revoluciona o mundo que conhecemos, automatizando alguns negócios, mas criando a demanda de novos profissionais no mercado. A Nova Economia está sendo discutida por Mauricio Benvenutti em um curso online, confira.

(Via Venture Beat)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão da StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha em patrocinar os eventos da Startse, entre em contato no patrocinio@startse.com.

[php snippet=5]