Fábrica de Bitcoins na China produz US$ 318.000 da moeda todo dia

Avatar

Por Elena Costa

26 de setembro de 2017 às 19:38 - Atualizado há 3 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 16 a 19/Nov, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

A área de Dalad Banner na China, conhecida como Zona de Desenvolvimento Econômico de Dalad, se desenvolveu nas últimas décadas com a produção de produtos químicos e fundições de alumínio, mas uma das fábricas mais lucrativas da atualidade não produz nada disso. O negócio dela é produzir criptomoedas: mais especificamente Bitcoin, chegando a produzir, atualmente, cerca de US$ 380 mil por dia na moeda.

Esta lugar representa quase um vigésimo da produção diária mundial de criptomoedas e pertence a Bitmain China. Parecida com os outros prédios que estão ao redor, dentro encontra-se cerca de 25 mil computadores que são responsáveis por processar os problemas que criam as bitcoins – mineração, mais especificamente.

Eles são cuidados por trabalhadores que são encarregados de manter com água os tanques que impedem que os PCs peguem fogo ou derretam e com seus notebooks procuram falhas e checam as conexões dos cabos. E além disso, há uma grande quantidade de ventiladores que ajudam na refrigeração do local.

A China é o lugar que mais produz Bitcoins no mundo, superando dois terços de toda a mineração do mundo. O dono da Bitmain China é um dos grandes mineradores do mundo, mas ganha ainda mais dinheiro vendendo hardware para produção de novas moedas.

Mesmo tendo iniciado um processo de regulação do Bitcoin, o governo não tem causado muito problema com os mineradores do país, acreditando que este tipo de fábrica produz, emprega e traz divisas para a China.

Mineração, arbitragem e investimento: há vários caminhos para ganhar com Bitcoin. Quer aprender mais sobre este mercado nascente que está nascendo? Então fique ligado no Bitcoin Conference que acontecerá em novembro e contará com os principais especialistas do Brasil no assunto. Clique aqui para mais informações.

(Via NYT)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]