Como serão as cidades em 2050? Muito diferentes das atuais

O futuro está chegando e ele é bem parecido com o que sempre idealizamos em nossas ficções científicas preferidas!

Avatar

Por Lucas Bicudo

1 de março de 2016 às 14:10 - Atualizado há 4 anos

As cidades estão fadadas a mudarem sua silhueta nas próximas décadas, à medida que o crescimento populacional ainda é uma pauta bastante quente e a tecnologia se renova diariamente. Esses dois fatores, a partir daqui, serão definitivos para ditar a qualidade de vida que teremos em 2050, por exemplo.

Muitos artigos já foram escritos prevendo o modelo de cidade que teremos no futuro, mas recentemente a Samsung divulgou um, chamado “Smart Things Future of Living Report”, que surpreende e mostra de maneira mais detalhada como a paisagem das cidades serão alteradas ao longo do próximo século.

Aqui há 6 tendências, segundo o site Business Insider, que irão tomar conta do nosso campo de visão em 2050, dá uma conferida:

Prédios irão atingir novos patamares de altura, chegando até 28 km de extensão

buildings-will-reach-new-heights-and-could-be-as-tall-as-18-miles-pearson-claims-for-reference-thats-more-than-8000-stories-high

Atualmente, o detentor do recorde de construção mais alta do mundo é o Burj Khalifa, em Dubai. Para se ter uma comparação com o que é proposto para 2050, o Burj possui 163 andares; é esperado que um prédio de 28 km de altura possua aproximadamente 8 mil andares. 

Nossa habilidade em levantar prédios desse patamar significa que existirá a possibilidade de criação de portos espaciais

our-ability-to-create-taller-buildings-means-we-will-have-massive-space-ports-that-will-decrease-travel-time-to-the-galaxy

O cenário é aquele das ficções científicas: prédios que atravessam as nuvens e lançam ônibus especiais para viagens no espaço constantemente. Um porto espacial seria um prédio gigantesco – até maior em proporções do que os comerciais e residenciais que havíamos falado no item anterior – capaz de fazer lançamentos espaciais. Segundo o relatório da Samsung, drones serão utilizados para o transporte entre andares da construção, já que os elevadores não mais serão confiáveis nestas alturas.

Nós provavelmente teremos milhares de pessoas morando em um mesmo prédio, como uma cidade autossustentável

we-might-have-thousands-of-people-living-in-a-single-building-as-a-self-contained-city-pearson-said

Estamos falando de uma infraestrutura nunca vista antes, capaz de servir como uma pequena cidade individual. Talvez essa seja uma solução para questões de superpopulação.

Existirão atrações e hotéis debaixo d’água

there-will-be-underwater-hotels-and-tourist-attractions

Atlantida? Enquanto existem esforços para desbravar os céus, existem também aqueles que idealizam a vida no subterrâneo dos mares.

Prédios serão capazes de carregar todos os aparelhos eletrônicos através de ondas de radio

Essa é uma proposta que já está em andamento. Existe uma série de startups, como a Energous, que está investindo em criar uma tecnologia de integração eletrônica através de ondas de radio. Ao entrar em um prédio equipado com tal tecnologia, imagina não ser mais necessário nenhum tipo de carregador ou fio?

Estradas irão alimentar instantaneamente carros autônomos enquanto eles viajam

roads-will-charge-self-driving-cars-as-they-travel

Já se aventurou no jogo da Nintendo F-Zero? Então você sabe do que estamos falando. Carros autônomos e elétricos são a tendência do futuro. Em 2050, a previsão é que existam estradas que carreguem carros elétricos enquanto eles viajam. A Inglaterra já está testando esse tipo de tecnologia e de repente a ideia surge como algo definitivamente palpável.