Bossa Nova Robotics desenvolve robô autônomo para transformar o varejo

Robôs da startup atuam diretamente na loja, eles trafegam através dos corredores descobrindo o que vendeu e, em seguida, trazendo inteligência de dados de volta

Avatar

Por Lucas Bicudo

14 de novembro de 2017 às 17:29 - Atualizado há 2 anos

Os varejistas estão usando tecnologia de uma startup chamada Bossa Nova Robotics para analisar o que estão vendendo em suas prateleiras. Os robôs de estoque e armazém estão se tornando cada vez mais comuns no mercado, mas os da Bossa Nova são diferentes porque eles atuam diretamente na loja, eles trafegam através dos corredores descobrindo o que vendeu e, em seguida, trazendo inteligência de dados de volta. Com tecnologia autônoma, esses robôs conseguem detectar o seu arredor.

Essa companhia acabou de levantar uma rodada de Série B, no valor de US$ 17,5 milhões, liderada pela Paxion, Intel Capital, Cota Capital e outros investidores. A ideia, com o novo investimento, é escalar o negócio.

A empresa “está trabalhando nesta solução para automatizar o processo na fábrica”, disse Martin Hitch, Diretor de Negócios, ao TechCrunch. “É tudo sobre melhorar a experiência de compra do cliente”.

A equipe anunciou recentemente uma parceria com o Walmart, que planeja usar os robôs em 50 de suas lojas. As máquinas não só avaliarão quais itens estão em estoque, mas também ajudarão a localizar itens que estejam mal colocados.

Gostou do conteúdo? Saca só: a StartSe está promovendo o RetailTech Conference, para discutir como as startups estão transformando o varejo e o e-commerce no Brasil e no mundo. É um evento de troca, onde os palestrantes compartilham suas experiências e os participantes interagem o tempo todo.

Michael Marks, sócio da Paxion, disse que investiu porque “os robôs e dados da Bossa Nova fornecem informações valiosas e em tempo real que ajudam os varejistas a entenderem o que está acontecendo nas prateleiras das lojas. Isso é um problema crítico a ser resolvido à medida que os varejistas buscam criar uma experiência de varejo omni-channel perfeita, que depende de informações de inventário precisas”.

(via TechCrunch)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]