BMW cria moto autônoma que consegue evitar acidentes de trânsito

Apesar do nível de autonomia, a BMW não deseja criar uma moto completamente autônoma, mas desenvolver tecnologias de segurança

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

13 de setembro de 2018 às 11:23 - Atualizado há 1 ano

De acordo com dados do Observatório Nacional de Segurança Viária, as motos são os veículos mais envolvidos em acidentes no Brasil, envolvidas em 32% dos acidentes com morte no país. Nos Estados Unidos, a situação é semelhante – motociclistas morrem 28x mais do que motoristas de carros. Visando diminuir o número de acidentes envolvendo motos, a BMW criou uma motocicleta autônoma.

A montadora alemã tem trabalhado na tecnologia há mais de dois anos e já possui uma moto capaz de andar sem motorista. No vídeo divulgado pela BMW, é possível ver a moto andando, fazendo curvas e freando sozinha.

No entanto, apesar da moto ser capaz de andar com certo nível de autonomia, o objetivo da BMW não é de criar uma motocicleta completamente autônoma. A companhia deseja utilizar a tecnologia para trazer “mais estabilidade em situações críticas na direção”, como uma forma de evitar acidentes e ganhar conhecimento para desenvolver novos sistemas de segurança.

Nos Estados Unidos, já existem carros com sistema de freio de emergência – e algumas montadoras assumiram o compromisso de tornar isso padrão até 2022 -, mas adotar o mesmo tipo de tecnologia para motos pode ser um desafio ainda maior devido à natureza do veículo. Caso as correções não sejam bem planejadas, elas poderiam ser, inclusive, a razão de novos acidentes.

O protótipo da moto foi criado com base no modelo BMW R 1200 GS da marca e apresentado há alguns dias durante o BMW Motorrad TechDay 2018, evento da montadora sobre suas novidades em motocicletas. O protótipo foi desenvolvido pelo engenheiro Stefan Hans e sua equipe.