As 3 coisas que você precisa ter em mente sobre Bitcoin neste momento

Só que isso é supernatural para um ativo de alta incerteza, como é o Bitcoin e que mostra altíssima volatilidade em períodos críticos

Avatar

Por Da Redação

15 de setembro de 2017 às 17:57 - Atualizado há 2 anos

Bitcoin

Abra seu Facebook e veja as principais notícias sobre Bitcoin nos últimos dias (desde que o CEO do JP Morgan chamou a moeda de “fraude”). É “bitcoin despenca” aqui, “bitcoin despenca” para lá… todo mundo quer ver um pouco do sangue

E de fato, a queda tem sido acentuada por conta de incertezas referentes à situação da moeda na China – que fazem um rally de venda no mercado de criptomoedas, que já perderam quase 50% do valor neste mês.

Só que isso é supernatural para um ativo de alta incerteza, como é o Bitcoin e que mostra altíssima volatilidade em períodos críticos. Só que essa volatilidade já fui MUITO maior e a moeda está em uma trajetória de alta. Na verdade, mesmo com essa “queda monstra”, a moeda está no patamar do dia 12 de agosto. Só um pouco mais de um mês atrás.

E se olhar para o começo do ano, a moeda ainda está em alta de 506%. No ponto máximo da queda? Ainda era uma alta de 417%. Ou seja, nunca esteve em queda no ano. Nunca esteve “despencando”. Na verdade, pode cair 70% que ela ainda vai estar em alta de 100%.

Vamos falar do mercado de criptomoedas no Bitcoin Conference, o maior evento sobre o assunto, realizado pelo StartSe em novembro de 2017. Lá estarão grandes especialistas em Bitcoins e outras moedas, que vão mostrar as tendências para a moeda e até onde eles acreditam que ela pode ir. Aqui estão as três coisas que você deve ter em mente sobre o assunto neste momento:

Estamos em um período de volatilidade normal

E ainda por cima. Nos últimos 3 meses, foram mais de 21 dias em que a moeda caía ou subia 5%. Ela “despencou” ou “disparou” todos esses dias? Bitcoin é um ativo volátil, naturalmente, entre um dia e outro. Mas se você olhar de um mês para cá, ela apresentou menos volatilidade do que a maioria das ações presentes na Bovespa.

É comum investimentos voláteis recuarem bastante quando alguma coisa acontece. Muitos investidores vendem seus ativos no começo da queda, esperam o movimento se dissipar e compram mais no final, a um preço mais atraente. Não significa que o ativo se destruiu, apenas teve uma fase de quedas e realização de lucros.

Investimento em Bitcoin parece mais com um investimento em startup que em renda fixa

Só que quem está investindo em Bitcoin tem que saber o que está fazendo. Não é como investir em Tesouro Direto, por exemplo. Não é “seguro”, não é para ser “seguro”. A perspectiva de vários especialistas é que ele dispare ainda mais (o mercado ainda é muito pequeno, Bill Gates ainda pode comprar todos os Bitcoins do mundo), conforme a tecnologia vai se tornando mais comum.

Não invista no Bitcoin por investir. Invista se você acredita que ele vai substituir o ouro como reserva de valor mundial ou se transformar em uma moeda global. Bitcoin é uma corrida de 0 a 1 para se transformar em uma moeda mundialmente aceita e um padrão para moedas digitais. Quando isso ocorrer, aí sim a moeda deverá valer milhões.

A tecnologia existe, funciona e veio para ficar

Se tem algo interessante sobre o Bitcoin é que ele é a demonstração do funcionamento do blockchain. A tecnologia veio para ficar e não importa se você não acredita no Bitcoin: há um mercado enorme de criptomoedas que usam a mesma base de pensamento. Novamente, fica aqui o convite para o Bitcoin Conference. Esperamos te ver lá para discutir até onde os preços vão!