Apple tinha planos muito diferentes para seu próprio carro (mas abandonou)

Da Redação

Por Da Redação

25 de Maio de 2018 às 16:40 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Apple estava montando seu próprio carro autônomo, mas acabou abandonando o projeto. A companhia trouxe programadores, engenheiros, cientistas de foguete e até mesmo o chefe de design da empresa, Jonathan Ive, para reimaginar como deveria ser o carro.

E eles chegaram a pensar em vários conceitos não convencionais, como realidade aumentada e hologramas nos vidros, um polímero especial que reduz o calor provocado pelo sol e janelas que mudam de tonalidade sozinhas. Além disso, o carro teria assentos virados um para o outro e seria mais um “ambiente” de convívio móvel do que propriamente o que a gente entende como carro.

Tecnologias que permitam autonomia de carros deverão mudar completamente a forma que eles se apresentam atualmente – vai ser comum termos carros apenas com camas, para que as pessoas façam deslocamentos de longa distância. A Apple queria praticar dessa renovação e tinha planos ousados, transformando o carro em um produto muito mais parecido com um computador atual do que com um carro atual.

Contudo, a empresa abandonou seus planos e agora só está desenvolvendo softwares para carros autônomos – reduzindo drasticamente o projeto que existia na época, chamado de Titan. Agora, a empresa está trabalhando com a Volkswagen para desenvolver carros que estejam alinhados com a Nova Economia.