Apple sofre ataque de hackers e precisa remover mais de 300 apps de sua loja

Empresas especializadas em segurança cibernética dizem que desenvolvedores foram infectados por uma ferramenta hackeada

Avatar

Por Juliana Américo

21 de setembro de 2015 às 12:35 - Atualizado há 4 anos

SÃO PAULO – A semana não começou muito bem para a Apple. Depois de receber reclamações de consumidores em relação ao iOS 9 que travou os dispositivos mais antigos, a empresa sofreu o maior ataque de hackers na App Store desde sua existência.

Segundo o jornal The Guardian, no domingo (20), a empresa informou que estava removendo mais de 300 apps infectados com malware de sua loja de aplicativos após uma versão contaminada de suas ferramentas para desenvolvimento levar a uma série de aplicativos chineses a vazarem informações pessoais dos usuários.

Várias empresas de segurança cibernética relataram a descoberta de um programa malicioso chamado “XcodeGhost” que foi incorporado em centenas de aplicativos legítimos.

Este é o primeiro caso relatado de um ataque destas proporções à loja da Apple. Antes, um total de apenas cinco aplicativos maliciosos já havia sido encontrado na App Store, segundo a empresa de segurança cibernética Palo Alto Networks.

“Nós removemos os aplicativos da App Store, que sabemos ter sido criado com este software falsificado”, disse a porta-voz da Apple, Christine Monaghan, em um e-mail. “Estamos trabalhando com os desenvolvedores para se certificar de que eles estão usando a versão apropriada do Xcode para reconstruir seus aplicativos”.