Apple precisa fazer igual Microsoft… ou terá futuro sombrio

Da Redação

Por Da Redação

24 de Maio de 2016 às 10:28 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Microsoft é uma das maiores empresas do mundo, mas cometeu um erro na década passada: subestimou o surgimento e a força que os smartphones teriam. Acabou ficando enfraquecida neste mercado (hoje detém 1% do marketshare apenas) e teve que se reinventar para não se tornar obsoleta.

Conseguiu. Hoje a Azure é uma das principais nuvens do mundo (aliás, aqui está uma oportunidade de ganhar US$ 27 mil em créditos na nuvem) e a Microsoft tomou seu lugar entre as empresas mais inovadoras do mundo. A companhia tem seus aparelhos e softwares bacanas e a imagem da empresa fundada por Bill Gates e Paul Allen melhorou bastante (voltou a ser “cool”) com a liderança de Satya Nadella. Para coroar o bom momento, até o Bing está crescendo bastante.

Se a Microsoft vem retomando o protagonismo da década de 90, uma empresa que se tornou dominante e vem perdendo espaço é a Apple.  A empresa do iPhone viveu seu melhor momento com o lançamento do iPhone 6, mas as vendas vem caindo e já há quem diga que seu futuro é igual o futuro da RIM, que depois se tornou conhecida como BlackBerry.

Fato é que as outras grandes empresas de tecnologia estão todas investindo em uma área: inteligência artificial. A Apple, por sua vez, parece estar comendo bola com esta tecnologia. Como a Microsoft comeu bola com o mobile (e teve que compensar indo atrás da próxima grande coisa).

A Apple até tem a Siri, mas a empresa em si não está envolvida no desenvolvimento de inteligência artificial de “corpo & alma”. Ela é bastante criticada por não entender frases simples, enquanto o Echo da Amazon entende tudo. E está longe de conseguir identificar o que está em fotos, como faz a inteligência artificial do Google. Nem tem uma gama de respostas tão ampla como o M, do Facebook.

Para fazer igual a Microsoft, a Apple tem ajuda de US$ 200 bilhões no banco, que podem ser usados para comprar empresas que estão neste terreno. Mas… o perigo é fazer exatamente igual a Microsoft fez: gastou US$ 7,4 bilhões para comprar a Nokia e entrar no mercado de smartphones de vez, quantia que ela declarou como “inutilizada” um ano depois.

É hora da Apple investir na próxima tecnologia, já.

Mensagem do Editor

Ei, tudo bom?

Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.

E te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]