Apple poderá lançar óculos de realidade virtual e aumentada até 2020

Avatar

Por Isabella Câmara

27 de abril de 2018 às 19:30 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

De acordo com a CNET, a Apple estaria trabalhando seus próprios óculos de realidade virtual e aumentada, e pode lançá-los até 2020. De codinome T288, o dispositivo teria uma tela de quase 8K em cada olho – o que é uma resolução significativamente maior do que as TVs e smartphones atuais. A realidade virtual do Oculus envolve as pessoas em um mundo de computadores, enquanto o HoloLens integra gráficos e programas de computação no mundo real. De acordo com o relatório, o óculos da Apple seria capaz de fazer essas duas coisas.

O óculos também seria independente de smartphones, computadores e até mesmo de câmeras especiais para ambientar o dispositivo ao mundo real. “Tudo seria embutido no óculos e na caixa da Apple”, disse a pessoa próxima da Apple.

Não é surpresa que a Apple esteja trabalhando em um óculos que combina realidade aumentada e virtual. Apesar de não ter feito anúncios publicamente, de acordo com o CNET, a empresa tem trabalhado em AR e VR nos bastidores. Segundo a publicação, a Apple contratou executivos e adquiriu startups da área, bem como solicitou patentes relacionadas a ambas tecnologias.

No ano passado, a empresa estava focada empurrar a realidade aumentada em iPhones e iPads – lançando o software AR para iPhone e o suporte a headset VR para computadores Mac. De acordo com o CEO da Apple, Tim Cook, a realidade aumentada tem possibilidades ainda maiores do que a virtual – isso porque a AR permite que você esteja mais presente. “A realidade aumentada vai demorar um pouco, porque há alguns desafios tecnológicos muito difíceis com ela. Mas isso vai acontecer, e vai acontecer de tal forma que vamos nos perguntar como nós vivemos sem ela. Como se nos perguntamos como vivíamos sem o nosso telefone hoje”, diz.

O óculos da Apple se conectaria a uma caixa usando uma tecnologia sem fio de alta velocidade e curto alcance, disse uma pessoa familiarizada com os planos da empresa. A caixa, que seria alimentada por um processador personalizado da Apple, atuaria como o cérebro para o dispositivo de realidade virtual e aumentada. A caixa se assemelha a um desktop, mas não será um Mac como conhecemos.

Tecnologias como a realidade virtual e aumentada estão cada vez mais comuns no nosso cotidiano. Quer saber mais sobre o futuro dessas tecnologias na Nova Economia? Leia nosso e-book gratuito.

[php snippet=5]