Amazon leva o conceito de smart home ao próximo nível

Avatar

Por Isabela Borrelli

26 de dezembro de 2017 às 21:46 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Os últimos lançamentos do Echo da Amazon deram uma refrescada no início deste ano, incluindo uma nova versão do Echo básico, bem como um Echo Plus com o hub integrado da casa inteligente e o Stalwart Echo Dot – inalterado, mas ainda um dispositivo interessante.

Quer saber mais sobre as inovações que estão transformando a construção civil e o mercado imobiliário? Inscreva-se no Construtech Conference!

A questão é: a Amazon está solidificando uma nova categoria de mobiliário doméstico indispensável.

A gigante claramente quer encorajar essa ideia – o novo Amazon Echo vem em uma série de acabamentos cobertos de tecido, claramente uma tentativa de mesclá-lo ao estofamento dos móveis e à decoração da casa. Parte disso é para encaixar o dispositivo na decoração para que eles não sejam visíveis em prateleiras, mesas e superfícies sem chamar muita atenção. Mas não se pode ignorar a intenção de transformar o dispositivo em algo muito mais acessível, e muito mais comum.

Pelo visto, a Amazon realizou sua tarefa. O Echo (e Echo Plus e Echo Dot) tornaram-se todos um dispositivo doméstico como um interruptor de luz, um sofá ou um microondas. A última geração apenas firma essa presença com as melhorias necessárias em áreas-chave, inclusive na reprodução de som (o novo Echo é melhor do que seu antecessor e o Echo Plus parece soar um pouco melhor, apesar de ter hardware similar).

De fato, as smart homes já são uma realidade e estão ficando cada vez mais indispensáveis! Mas o que mais está por vir? Saiba o que está transformando a construção civil e o mercado imobiliário? Inscreva-se no Construtech Conference!

Via: Techcrunch