Amazon investiu em startup para resolver problema em aplicativos por voz

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

2 de fevereiro de 2018 às 10:10 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Segundo um estudo da empresa Voice Labs, 69% dos 7 mil aplicativos que dão funcionalidade a Alexa – que são regidos por voz – possuem nenhuma ou apenas uma avaliação. O baixo feedback significa que os aplicativos por voz estão sendo pouco utilizados pelos seus usuários.

O fato dos aplicativos por voz estarem sendo pouco utilizados significa um problema para o Amazon e o Google, com sua Alexa e Google Assistente. Para resolver o problema, Jeff Bezos, CEO da Amazon, investiu na startup Pulse Labs através em uma rodada seed que trouxe US$ 2,5 milhões para a startup. O investimento aconteceu através do fundo Bezos Expeditions e Alexa Fund.

Agora, a Pulse Labs trabalhará com desenvolvedores de aplicativos da Alexa, realizando testes em pessoas selecionadas antes do lançamento oficial. O feedback de pessoas reais poderá ser o necessário para que os aplicativos sejam aprimorados e começarem a ser realmente utilizados.

No final deste trimestre, a Pulse Labs começará a trabalhar com desenvolvedores de aplicativo do Google. A startup construiu um painel online de testes no qual os usuários são recompensados ao testarem e darem um feedback de suas experiências nos aplicativos por voz.

[php snippet=5]

A partir dos testes, a startup já teve insights que os aplicativos por voz devem dizer “tchau” quando estão fechando, para que não sejam confundidos quando iniciarem a experiência completa na Alexa. Além disso, aplicativos de delivery devem ser mais inteligentes para entenderem quando os usuários respondem “sim” ou “não” para perguntas de múltipla escolha.

“Desenvolver aplicativos por voz é significantemente diferente do processo de desenvolvimento de aplicativos com outras plataformas”, disse o CEO e co-fundador da Pulse Labs, Abhishek Suthan. “Como nosso fluxo de trabalho e interações se distanciam das plataformas mais tradicionais, os clientes têm diferentes expectativas sobre como o aplicativo responde, e os designers terão que entender essa mudança”.

O investimento de Jeff Bezos foi significante pois os smart speakers são dispositivos no qual grandes empresas como Amazon e Google estão apostando. No ano passado, a Amazon afirmou ter vendido milhões de dispositivos com Alexa, enquanto o Google divulgou ter vendido um Google Home por segundo entre outubro e janeiro. Para conhecer em primeira mão outras tecnologias que as empresas líderes do Vale do Silício estão apostando, participe da Silicon Valley Conference.