6 tendências que prometem mudar a vida dos médicos

Avatar

Por Isabela Borrelli

21 de janeiro de 2018 às 10:11 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A medicina não é mais a mesma e isso é um fato. Geramos dados a todo momento via aplicativos e smartphones. A relação de médico-paciente já ultrapassa as fronteiras do consultório, chegando no WhatsApp, e-mail e outras redes. A tendência de um atendimento personalizado promete usar o DNA para mapear as principais ameaças para cada pessoa. Cada vez mais a expectativa de vida cresce e por aí vai.

Esses avanços chegaram para ficar e, deles, são seis as principais tendências que prometem revolucionar a vida dos profissionais da saúde. Elas são: Inteligência Artificial, Digital Health, Wearables, Precision Medicine, Impressão 3D e Realidade Virtual.

Inteligência artificial

O cérebro humano tem limites que muitas vezes nos impossibilitam de achar a melhor solução ou de armazenar informações o suficiente. Essa dificuldade é um fato cotidiano para médicos que, para diagnosticar uma doença, devem recorrer à memória com frequência. Consequentemente, nem sempre a solução encontrada é certeira, o que pode acarretar em sérios problemas para o paciente. A inteligência artificial entra como uma forma de ajudar e otimizar o trabalho do médico.

Dessa forma, o médico pode focar em outras atividades, que exigem experiência e o famoso feeling, que o profissional adquire ao longo da carreira. Tudo isso com menos chances de errar o diagnóstico!

Digital Health

Cada vez mais softwares, aplicativos e ferramentas são usadas por milhões de pessoas, coletando dados de saúde a cada minuto. Além de ser capaz de reduzir ineficiências, isso também melhora o acesso e a qualidade, diminui custos e possibilita um atendimento mais personalizado e preciso. Essa forma de inovação permite que o médico fique em contato direto com o paciente, recebendo os dados gerados e pode indicar remédios ou atividades para o paciente na mesma hora.

Wearables

Os wearables são dispositivos em formato de acessórios que podem ser usados no dia-a-dia: relógios, pulseiras, roupas, entre outros. Os mais conhecidos atualmente são os voltados para exercícios físicos, que medem passos, batimentos cardíacos e calorias gastas, por exemplo. Além deles, também existem alguns que trazem uma função totalmente inovadora para a saúde. No caso, existem aplicativos que monitoram o sistema nervoso afim de identificar quando o paciente terá uma convulsão, além também de armazenar dados para traçar o comportamento dele.

Sem dúvida, essa tecnologia é um avanço e tanto para os médicos. Assim, eles podem acompanhar o paciente por relatórios dos aplicativos e até notar algum comportamento estranho do organismo, podendo prevenir coisas mais sérias.

Precision Medicine

Precision medicine trabalha muito com a genética do paciente. Por isso, é a área que promete trazer um tratamento individualizado de acordo com os genes, o ambiente e o estilo de vida do paciente. Isso permite, por exemplo, identificar se o indivíduo tem mais ou menos propensão a uma certa doença e, consequentemente, procurar prevenir ou ser medicado antes de uma piora.

Ter o código genético de um paciente pode mudar totalmente a medicina, uma vez que os profissionais poderão saber sobre as possíveis reações alérgicas, doenças e propensões de um paciente – antes de algo de fato acontecer!

Impressão 3D

Impressão 3D chegou na saúde e não é só para imprimir utensílios e aparelhos, mas próteses, tecidos humanos e até órgãos! As vantagens de imprimir um órgão, por exemplo, não se limitam somente à questão de atender as milhares de pessoas que precisam de um transplante. Isso, porque o órgão impresso teria como base as células-tronco do paciente, o que acaba com os problemas de rejeição que são comuns na operação.

Outras vantagens são a impressão de próteses perfeitas para o corpo do paciente ou até imobilizadores, que se moldam perfeitamente ao corpo do paciente e evitam quebras ou trocas constantes, como no caso do gesso.

Realidade Virtual

A tecnologia da realidade virtual não ficou limitada a jogos, mas também achou a sua utilidade na saúde e na medicina. A realidade virtual, no caso, pode ser aplicada à saúde de diversas formas: tanto em cirurgias, onde o médico poderá ver como se estivesse na ponta do bisturi, quanto para pacientes que estão internados há muito tempo no hospital, entre outros.

Outra possibilidade para a realidade virtual na medicina é a da simulação de um ambiente realista para que o usuário sinta como se estivesse fazendo um procedimento cirúrgico, por exemplo. Voltada principalmente para treinamento de estudantes e profissionais da área, a tecnologia também permite diminuir os custos das aulas práticas dos cursos de medicina e, possivelmente, da própria graduação na área.

Health Tech Conference

Isso mostra como as startups podem transformar a área da saúde. Nesse cenário, criamos o Health Tech Conference, evento que reúne as melhores startups e mais de 500 profissionais da área da saúde.

É uma oportunidade para que médicos, profissionais da saúde, executivos de grandes empresas e indústria farmacêutica possam conhecer as startups mais inovadoras do mercado.

Mais informações pelo site do evento, clicando aqui.