Carro-conceito da Volvo é uma cama sobre rodas e promete substituir avião

Apesar da divulgação do conceito, a Volvo falou quanto o carro poderá custar ou quando ele estará disponível para o público

0
shares

Em um futuro não muito distante, veremos um mundo onde os veículos eléctricos e totalmente autônomos serão a resposta às necessidades de mobilidade pessoal. Na última quarta-feira (5), a Volvo deu mais um passo avançando nesse cenário e revelou o conceito do seu mais novo carro, o 360c. Lançado como uma alternativa para viagens áreas comerciais de curta distância, o veículo autônomo da Volvo irá imitar a experiência de um jato particular, transportando uma pessoa para onde e como ela quiser, sem todos os obstáculos que um avião traz.

O 360C Volvo é, assim como outros carros que serão lançados em um futuro próximo, é totalmente elétrico, totalmente autônomos e coberto por uma cúpula de vidro. O que distingue o carro dos concorrentes, porém, é a visão da Volvo de como ele se encaixa na infraestrutura da cidade - imitando vôos de curta distância e se preocupando com questões ambientais. "Nós desenvolvemos o 360c para trazer a nossa visão de futuro para a vida. As necessidades de mobilidade individuais estão evoluindo e nossa solução deve oferecer uma experiência de viagem segura e ambientalmente correta, porém pessoal e confortável", afirma.

Segundo a empresa, as rotas mais curtas, nas quais a distância entre origem e destino é de cerca de 300 km, “são os principais candidatas para esse modo alternativo de viagem”. "A tecnologia autônoma não só nos permitirá dar o próximo grande passo em segurança, mas também criará novos modelos de negócios. A cabine de descanso que a pessoa esteja confortável e faça viagens tranquilas durante a noite, acordando revigorado no seu destino. Isso nos permite competir com os principais fabricantes de aeronaves do mundo”, diz Mårten Levenstam, vice-presidente sênior de Estratégia Corporativa da Volvo.

 

Apesar do executivo afirmar que esse novo carro é apenas uma ideia a empresa já imaginou alguns cenários básicos de uso do veículo. O conceito do 360c mostra quatro usos potenciais do veículo: como um ambiente para descanso, sala de estar, espaço de entretenimento e até mesmo um escritório móvel, uma vez que uma das características primordiais do carro é a projeção modular sobre os janelas.

Novo padrão de interação dos carros autônomos

Um outro diferencial do carro será a forma como ele interagirá com o mundo ao seu redor.  Além de ser capaz, como todo carro autônomo, de distinguir uma pessoa de outro objeto, o 360c será realmente capaz de interagir com os pedestres e veículos. Usando uma série de luzes, sons e movimentos, o carro irá indicar as suas intenções para aqueles ao seu redor, sinalização de uma forma muito mais personalizada do que as luzes dos carros atuais.

Segundo a própria empresa, a expectativa é que essa "nova forma de comunicar" e torne onovo padrão de interação dos carros autônomos. Apesar da promissor, a empresa é rápida em apontar que essa é uma comunicação unidirecional. Ou seja, o carro não vai ler sinais de outros objetos antes de fazer suas próprias decisões - ele simplesmente irá sinalizar suas próprias intenções para o mundo exterior.

Experiência na cabine: o serviço

A experiência dentro de um Volvo 360c parece bastante atraente, bem como suas inovações. No lançamento do seu conceito, a empresa também apresentou seu novo cobertor acoplado com um cinto de segurança - fator que vai permitir que a pessoa descanse e desfrute de toda a segurança que o veículo autônomo da empresa traz.

Apesar das novidades, a Volvo afirmou que o veículo existirá apenas como parte de um serviço, não como algo que as pessoas iriam realmente comprar. No entanto, a empresa também não deu nenhuma indicação sobre quanto esse serviço pode custar ou quando ele será disponibilizado em larga escala para o público.  

*Fotos: Volvo

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários