CEO da Cambridge Analytica é suspenso após polêmicas com Facebook e Channel 4

Alexander Nix está envolvido na polêmica de uso de dados do Facebook e foi gravado pelo Channel 4 em conversas comprometedoras

0
shares

Desde o último sábado (17), o Facebook está enfrentando uma das maiores polêmicas de sua história. Os jornais The New York Times e The Guardian denunciaram que 50 milhões de pessoas tiveram os dados do Facebook usados sem consentimento pela empresa Cambridge Analytica, com fins políticos.

A empresa de análise de dados Cambridge Analytica teve acesso aos dados dos usuários do Facebook através de um teste psicológico realizado através da rede social. Os usuários acabaram não apenas fornecendo os próprios dados a empresa, mas também de seus amigos.

Uma das resoluções do Facebook para 2018 era combater as fake news, motivo pelo qual a empresa estava enfrentando críticas da mídia, principalmente após a última eleição presidencial dos Estados Unidos, em que Trump foi efeito.

A denúncia feita pelos jornais é de que a Cambridge Analytica comprou o acesso às informações dos usuários na rede social, criando campanhas políticas de acordo com os perfis traçados. A empresa teria utilizado as informações para criar um sistema de influência para com os eleitores, inclusive sendo capaz de predizer seus votos.

A própria Cambridge Analytica trabalhou na campanha de Donald Trump em 2016, através de contatos com o time da campanha. Na Europa, a empresa estava por trás da campanha do Brexit (que promovia a saída do Reino Unido da União Europeia).

Com a notícia, o valuation do Facebook sofreu a redução de US$ 35 bilhões na Nasdaq, bolsa de valores norte-americana. Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, ainda não falou com a imprensa sobre o acontecido. A rede social nasceu no Vale do Silício, o maior polo de inovações do mundo - conheça em nosso e-book gratuito.

Os advogados do Facebook acusaram o The Guardian alegando que o jornal trazia informações “falsas e difamatórias”. Segundo o G1, em uma investigação sobre fake news no ano passado, o CEO da Cambridge Analytica Alexander Nix e o próprio Facebook afirmaram que a empresa de análise de dados não possuía ou usava informações de usuários da rede social.

Agora, a polêmica enfrentou mais uma reviravolta: o conselho da Cambridge Analytica suspendeu o CEO da empresa, Alexander Nix. Nix foi gravado por repórteres do canal Channel 4 News em uma conversa com potenciais clientes que desejavam influenciar eleições no Sri Lanka. “Não precisa ser verdadeiro, apenas precisa ser acreditado”, disse Nix em uma das gravações.

“Os comentários recentes secretamente gravados de Nix pelo Channel 4 e outras alegações não representam os valores ou operações da empresa, e sua suspensão reflete seriamente como vemos essa violação”, disse o conselho da Cambridge Analytica, de acordo com a Bloomberg.

Foto: Sam Barnes/Web Summit

Junte-se a mais de 400.000 Empresários e Profissionais Para Conhecer os Negócios Mais Disruptivos do Mundo!

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Investimentos
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema

Comentários

Mais em Tecnologia & Inovação