Amazon investe mais US$ 100 milhões no fundo Alexa para expansão internacional

Esse será o segundo investimento da empresa no fundo que investe em companhias que adotaram a assistente inteligente em seus produtos

0
shares

Amazon realiza investimento de US$ 100 milhões em seu fundo Alexa que investe em companhias que adotaram a assistente inteligente em seus produtos. Esse será o segundo pagamento de US$ 100 milhões que o fundo recebe desde sua criação em junho de 2015.

O capital investido será utilizado para fomentar a expansão da assistente inteligente no mundo, com Austrália e Nova Zelândia para 2018, e expansão para a Índia e Japão já concluídas. Canada, Alemanha e Reino Unido sendo as próximas. O movimento de expansão não é somente para países, mas para hotéis, lojas e locais de trabalho.

O fundo Alexa que nos últimos anos investiu em mais de 30 companhias, agora busca novas empresas para investir e garante que os critérios de investimentos permaneceram iguais para as companhias de fora e dentro dos EUA. Segundo o diretor do fundo, Paul Bernard, “com o Fundo Alexa, estamos nos concentrando em capacitar empresas de todos os tamanhos, desde startups a empresas estabelecidas, que têm ideias sobre como a tecnologia de voz pode melhorar a vida cotidiana”.

O fundo Alexa também paga por parte do Alexa Accelerator, um programa de aceleração de 13 semanas que é facilitada TechStarts. A primeira classe foi um sucesso recebendo inscrições de mais de 50 países e sendo promovida em cidades como Berlin, Londres e Tel Aviv. Apesar do êxito, o fundo não disse se irá apoiar o segundo ano do programa de aceleração.

A CNBC falou com algumas empresas que receberam o aporte do fundo Alexa e relataram que a Amazon assegurou um firewall entre eles, o fundo e as equipes de produtos. Houve também relatos que se referiram que trabalhar com o Alexa Fund é como uma espada de dois gumes, tanto uma oportunidade de trabalhar com as pessoas que fazem Alexa, mas também um bom compartilhamento de informações com essas equipes.

A Alexa se transformou em uma excelente forma de vender produtos para a Amazon. Outras soluções para lojas físicas e online serão abordadas na maior conferência sobre varejo e tecnologia do país, o Retail Tech Conference. Confira.

(Via Venture Beat)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

 

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários