Streaming da Apple será R$ 9,90 no Brasil — mais barato do que Netflix

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

10 de setembro de 2019 às 15:18 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Além do lançamento de novos iPhones, a Apple está anunciando mais detalhes sobre seus novos serviços. Nesta terça-feira (10), a empresa divulgou que o Apple TV Plus, seu serviço de streaming, custará R$ 9,90 no Brasil. Nos Estados Unidos, o valor é de US$ 4,99. A novidade estará disponível em 1 de novembro em ambos os países.

O Apple TV Plus será mais barato do que a Netflix (o plano mais básico custa R$ 21,90 no Brasil e US$ 12,99 nos EUA) e o streaming da Disney, que também será lançado em novembro. O Disney+ custará US$ 6,99 por mês. A empresa também disponibilizou um plano com outros dois serviços dos quais é dona, o ESPN+ e Hulu. Juntos, os três streamings custarão US$ 12,99.

O streaming da Apple só não é mais barato que o da Amazon, que também passará a ser R$ 9,90 por mês. O serviço agora fará parte da assinatura Prime que a empresa acaba de trazer para o Brasil.

A Apple também anunciou que, na compra de determinados produtos, os clientes ganharão a assinatura do Apple TV+ por um ano. O serviço ainda não foi lançado, mas a empresa já está aumentando seus investimentos. O valor inicialmente previsto era de US$ 1 bilhão, mas passou a ser US$ 6 bilhões.

Como nas plataformas concorrentes, além de títulos licenciados de terceiros, o streaming terá conteúdos próprios. Além do The Morning Show, com as estrelas de Hollywood Jennifer Aniston, Reese Witherspoon e Steve Carrell, a empresa anunciou o “See”, filme com Jason Momoa.

Edit: atualizado com o valor do Apple TV+ no Brasil.