Spotify está testando recurso semelhante ao Stories, só que com artistas

João Ortega

Por João Ortega

14 de Maio de 2019 às 11:23 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Stories – conteúdos efêmeros e de curta duração – dominam redes sociais já há alguns anos. O recurso foi popularizado pelo Snapchat, em 2017, e copiado pelo Facebook em todas as suas plataformas (Facebook, Instagram e WhatsApp). Até o Youtube tem a ferramenta. Agora, o Spotify está testando uma funcionalidade semelhante aos stories no aplicativo móvel.

Chamado de Storyline, o recurso provavelmente ficará restrito aos artistas – o que o diferencia dos demais aplicativos em que o próprio usuário é quem compartilha o conteúdo. Assim, ele deve substituir a ferramenta “Behind the Lyrics”, que visava dar informações relevantes sobre determinadas músicas, mas vem sendo bastante criticada pelo público e inclusive por artistas. O algoritmo do Spotify frequentemente apresenta conteúdo antigo ou desconexo nessa função.

Com o Storyline, fica para os próprios artistas a responsabilidade de criar engajamento com seus seguidores e ouvintes. Nasce, portanto, mais um canal de comunicação direto entre músicos e fãs. Só que, diferente das redes sociais, o Spotify é focado apenas no segmento musical e de podcasts.

Por enquanto, o Storyline está disponível apenas para alguns usuários do app em dispositivos Android e iOS, em fase de testes. A empresa confirmou ao Techcrunch que está trabalhando no novo recurso, mas não deu detalhes sobre quando e como ele será popularizado para os demais assinantes.