SpaceX lançará a primeira sonda israelense para a Lua nesta quinta-feira

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

21 de fevereiro de 2019 às 12:11 - Atualizado há 2 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 22 a 25/Fev - 2021, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Nesta quinta-feira (21), a SpaceX poderá fazer parte do primeiro pouso privado na Lua. Essa também será a primeira espaçonave de Israel destinada à Lua. O projeto foi feito pela empresa SpaceIL e custou US$ 100 milhões.

Criada em 2011, a SpaceIL começou a investir na indústria espacial principalmente devido a competição Google Lunar XPRIZE, em que a primeira empresa que fosse a Lua ganharia US$ 20 milhões. A competição foi cancelada, mas isso não impediu os planos da companhia.

A SpaceIL passou a ser financiada por Morris Kahn, um empreendedor africano bilionário. Ele estima ter aportado US$ 43 milhões dos US$ 100 milhões utilizados na missão, segundo o Business Insider.

Com o investimento, a SpaceIL construiu a “Beresheet”, a sonda que pousará na Lua. Com 585 quilos e dois metros de comprimento, ela é a menor das que já foram utilizadas em outras missões no mundo.

A Beresheet é equipada com câmeras comuns e panorâmicas, além de uma câmera de “selfie”. A expectativa é de que o robô alcance a superfície lunar em 40 dias. Na missão Apollo 11 que levou o homem à Lua, o mesmo percurso foi realizado em três dias. Por esse motivo, a missão custará US$ 100 milhões, valor baixo se comparado com iniciativas públicas já realizadas.

Até então, apenas os Estados Unidos, União Soviética e China realizaram lançamentos bem-sucedidos na superfície lunar. A expectativa é de que Israel se junte a esses países – o projeto foi apoiado pelo governo israelense com cerca de US$ 2 milhões, ainda de acordo com o Business Insider.

O papel da SpaceX

A empresa espacial comandada por Elon Musk será a responsável por lançar a sonda Beresheet no espaço. A SpaceX utilizará o foguete Falcon 9 para realizar o lançamento. A expectativa é de que o foguete decole do Cabo Canaveral às 22h45 de hoje, segundo o horário de Brasília. No entanto, o voo pode ser reagendado caso as condições climáticas não colaborem.