Robert Downey Jr. quer “limpar o planeta em 10 anos” com robótica e nanotecnologia

João Ortega

Por João Ortega

6 de junho de 2019 às 12:17 - Atualizado há 1 ano

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Robert Downey Jr. foi o responsável por realizar a abertura do evento Amazon re:MARS, em Las Vegas, na última terça-feira. Durante sua palestra, o ator norte-americano anunciou o lançamento do projeto Footprint Coalition, cujo objetivo é diminuir o impacto das “pegadas de carbono” humanas no meio-ambiente.

“Com robótica e nanotecnologia, podemos limpar o planeta significativamente, se não totalmente, em dez anos”, disse o ator, que ficou mundialmente famoso por interpretar o herói Homem de Ferro em diversos filmes da Marvel. Robert Downey Jr. revelou que conversou com especialistas no assunto antes de dar seu apoio ao Footprint Coalition, que deve iniciar suas operações em abril de 2020.

Entretanto, não foi relevado pelo ator – tampouco pelo site do projeto – quais serão as medidas concretas utilizadas na limpeza do planeta. A única informação é que a iniciativa usará tecnologia de ponta com fins ambientais. Downey Jr. usou seu tempo de fala para explicar como a inteligência artificial lhe dá esperança para um futuro melhor e admitir que ele próprio é responsável por uma “pegada de carbono colossal”.

Amazon re:MARS é uma conferência da Amazon que promove discussões sobre machine learning, automação, robótica e tecnologia espacial. O evento acontece entre os dias 4 e 7 de junho e tem entre os palestrantes Jeff Bezos, CEO da Amazon, Kate Darling, especialista em ética robótica do MIT e Andrew Ng, fundador das startups Landing AI e deeplearning.ai.