Rastreamento de contato: a aposta do Google e Apple para a volta à normalidade

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

26 de Maio de 2020 às 15:15 - Atualizado há 6 meses

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

O “rastreamento de contato” é um método que busca evitar a disseminação da COVID-19. Ele consiste no contato, testagem e possível tratamento de pessoas que se encontraram com alguém que, mais tarde, foi diagnosticado com o vírus. Na semana passada (20), o Google e a Apple lançaram uma API para tornar esse processo mais tecnológico.

Uma API, chamada de “interface de programação de aplicações”, permite que dados de um software, aplicativo ou plataforma sejam integrados a outros sistemas. A iniciativa torna possível a utilização de mapas do Google em outros aplicativos, por exemplo. A API criada pelo Google e Apple permite que os smartphones com Android ou iOS – os sistemas operacionais líderes do mercado – sejam integrados em aplicativos criados por autoridades públicas de saúde.

Na prática, os aparelhos se tornam capazes de identificar outros dispositivos fisicamente próximos. Essas informações são guardadas com privacidade e segurança – as empresas afirmam que os donos dos dispositivos ou terceiros não podem acessá-las. Se o usuário de um dispositivo registrar no app de sua respectiva autoridade pública que foi diagnosticado com COVID-19, todas as pessoas que tiveram contato com ele e tiveram seus dispositivos registrados pela API serão notificadas.

Aprenda a lidar com a crise e prepare a sua empresa para o “ponto de virada”

Com o lançamento da API no dia 20 de maio, os órgãos de saúde de todo o mundo podem utilizá-la em seus aplicativos para realizar o rastreamento de contato. A Letônia é o primeiro país a realizar testes, implementando-a no app”Apturi a Covid” (na tradução, “Pare a Covid”).

Nos próximos meses, a Apple e o Google preveem o rastreamento a partir do Bluetooth dos smartphones. “Essa é uma solução mais robusta do que APIs e permite que mais pessoas participem, se elas optarem por isso, assim como possibilita a interação com um maior número de aplicativos do ecossistema e autoridades de saúde do governo”, disseram as empresas em um comunicado.

A expectativa é que o trabalho em conjunto das empresas auxilie no enfrentamento à pandemia e acelere a retomada à normalidade. “Todos nós na Apple e Google acreditamos que nunca houve um momento mais importante para trabalharmos juntos para resolver um dos problemas mais urgentes do mundo”, escreveram. Durante a pandemia, a iniciativa é útil para quem exerce serviço essencial e, após o fim da quarentena, para manter um maior controle à medida que as pessoas voltam a dividir espaços públicos.

Ao mesmo tempo em que lidam interna e externamente com a crise, empresas, pessoas e governos de todo o mundo estão se preparando para a retomada à normalidade. Conheça os oito passos que irão ajudar a sua empresa a aderir ao “novo normal” no Programa Exponencial de Retomada criado pela StartSe.