Doha, capital do Qatar, terá transporte público autônomo em 2022

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

16 de dezembro de 2019 às 10:26 - Atualizado há 2 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Neste sábado (14), representantes do Grupo Volkswagen e do fundo Qatar Investment Authority (QIA) assinaram um projeto para levar ônibus autônomos para o transporte de Doha, capital do país, até 2022. Com a iniciativa, chamada Qatar Mobility, as empresas planejam criar infraestrutura e software necessário para implantar veículos integrados ao transporte existente.

Essa é a primeira vez que uma frota de ônibus elétricos autônomos de nível 4 será usada em um grande centro urbano. “Para que nossas cidades progridam, precisamos de uma nova onda de inovação”, afirmou Mansoor Al Mahmoud, CEO da QIA, em comunicado. “Estamos orgulhosos em fazer essa parceria com a Volkswagen para garantir que Qatar esteja na vanguarda dessas novas tecnologias. O desenvolvimento de uma solução de transporte inteligente ajudará a transformar o futuro da mobilidade urbana, tanto em casa quanto no mundo. ”

A nova frota terá 35 ônibus autônomos, divididos entre o modelo BUZZ I.D, da Volkswagen — que transportará até quatro passageiros em rotas pré-definidas — e modelos da marca Scania, usados para grupos maiores. Testes fechados serão iniciados em 2020, com previsão de lançamento do projeto no final de 2022.

“O Qatar Mobility desempenhará um papel muito importante em nossa estratégia ‘Together 2025+’. Abordará os desafios de crescimento econômico, desenvolvimento social e gestão ambiental identificados como parte de nossa visão e reforçará nosso compromisso de investir na mobilidade da próxima geração. Estaremos experimentando aprendizados do mundo real e usaremos o projeto como um trampolim para as próximas gerações”, afirmou Herbert Diess, presidente da Volkswagen.  O Together 2025+ traz uma série de ações que serão realizadas pela montadora em até 10 anos.