Para desenvolver carros 100% autônomos, Tesla compra startup DeepScale

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

2 de outubro de 2019 às 15:37 - Atualizado há 1 ano

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Elon Musk parece estar focado em aprimorar o sistema autônomo dos veículos da Tesla, uma de suas empresas.  Para isso, comprou a DeepScale, startup de inteligência artificial com sede no Vale do Silício. O objetivo é tornar os carros 100% autônomos e colocar em prática o ambicioso plano de lançar uma frota de táxis sem motoristas em 2020

Criada há quatro anos, a DeepScale usa redes neurais, pequenos sensores e processadores de baixo custo para criar sistemas de controle que interpretam e classificam dados em tempo real. Ou seja, a solução permite que os veículos “entendam” o mundo ao seu redor. 

Em um post no LinkedIn, Forrest Iandola, CEO da DeepScale, falou sobre o novo momento de sua carreira. “Entrei para a equipe de Autopilot da Tesla essa semana. Estou ansioso para trabalhar com algumas das mentes mais brilhantes em Deep Learning e direção autônoma”. Por enquanto, a montadora não se pronunciou sobre detalhes do acordo e valor da aquisição.

Atualmente, os carros da Tesla ainda se enquadram no nível 2 de autonomia, oferecendo ao motorista um sistema de assistência que executa sozinho algumas funções — como manter distância de veículos à frente e manter o carro dentro da faixa. Apesar de ter uma das tecnologias mais avançadas do mercado, a montadora continua trabalhando em novas recursos e funcionalidades.