O que você precisa saber sobre inovação hoje – 17/02/2020

Jeff Bezos cria fundo de US$ 10 bilhões contra mudanças climáticas, Google encerra programa de Wifi gratuito e muito mais

João Ortega

Por João Ortega

17 de fevereiro de 2020 às 18:02 - Atualizado há 1 mês

Reunimos, a seguir, as principais notícias relacionadas a inovação, tecnologia e empreendedorismo no Brasil e no mundo. O que você precisa saber para se manter informado nesta segunda-feira (17) é:

Jeff Bezos cria fundo contra mudanças climáticas

Jeff Bezos, CEO da Amazon, disse em uma publicação no Instagram que está criando um fundo de US$ 10 bilhões para lutar contra mudanças climáticas. Chamado de Bezos Earth Fund, a iniciativa vai financiar cientistas, ativistas, ONGs e “qualquer esforço que oferecer uma possibilidade real de preservar e proteger o mundo natural”. O capital vem da reserva pessoal de Bezos, que é um dos homens mais ricos do planeta.

Google encerra programa de Wifi gratuito

O Google anunciou nesta segunda-feira (17) o encerramento do programa Google Station, que oferecia milhares de pontos de WiFi gratuito pelo mundo. O país mais afetado pelo cancelamento do projeto é a Índia, onde havia cerca de 400 estações de trem com distribuição da internet sem custos. De acordo com a empresa, o programa não é mais necessário por conta da diminuição do custo da internet móvel globalmente.

Startup cria robô que separa lixo reciclável

A startup norte-americana CleanRobotics desenvolveu uma lixeira que, integrada a software de inteligência artificial, tem a capacidade de separar o lixo entre os diferentes materiais para reciclagem. Em um processo que dura de três a cinco segundos, os sensores da TrashBot – como foi batizada – identificam o material que compõe o lixo e o coloca no compartimento correto.

China usa QR Codes para combater coronavírus

O governo chinês firmou uma parceria com as duas maiores empresas da internet do país, Tencent e Alibaba, para combater a epidemia do coronavírus. Nos aplicativos das companhias, a população deve preencher informações sobre saúde e viagens e, dependendo das respostas, recebem QR Codes com diferentes instruções. Um QR Code vermelho, por exemplo, significa alerta e recomenda que o usuário fique em casa durante 14 dias.

Reconhecimento facial da Baidu funciona mesmo com máscaras

A Baidu, empresa de tecnologia da China, lançou um software aberto de inteligência artificial aplicada a reconhecimento facial que consegue identificar pessoas mesmo quando estão usando máscaras. A tecnologia surge em momento no qual, por conta da epidemia do coronavírus no país, a população é estimulada a usar máscaras de saúde.