Como a tecnologia poderá ajudar a alimentar quase 10 bilhões de pessoas em 2050

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

18 de setembro de 2019 às 19:12 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

De acordo com previsões da Organização das Nações Unidas, a população mundial será de quase 10 bilhões de pessoas em 2050. A fome, que é um problema ainda existente atualmente, poderá ser ainda mais agravada. A sustentabilidade do planeta também entra em questão, assim como o esgotamento de recursos não-renováveis.

Como nos outros setores, a inovação, tecnologia e empreendedorismo são aliados no desenvolvimento de iniciativas mais sustentáveis. A inteligência artificial está sendo utilizada para a criação de fórmulas veganas de alimentos de origem animal e a utilização de plantas para a criação de alternativas similares à carne – com a Beyond Meat e Impossible Foods, por exemplo.

Proteínas criadas em laboratório também já estão se tornando realidade através da Finless Food, que produz carne de peixes a partir de células, e a Mission Barns, focada em carne bovina, suína e de aves.

Nesse episódio do MVP, podcast da StartSe, convidamos Leandro Mendes, fundador da startup de carne plant-based Behind The Foods, para discutir as principais tendências na alimentação. Carne feita de plantas, em laboratório e até mesmo proteína feitas de insetos são alvo de discussão para a alimentação do futuro.

Ouça o episódio no Spotify, Apple Podcasts ou Deezer.