Microsoft investe US$ 1 bilhão na OpenAI para fortalecer inteligência artificial

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

22 de julho de 2019 às 15:40 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Microsoft investiu US$ 1 bilhão na OpenAI, instituição de pesquisa em inteligência artificial. Com o aporte, a Microsoft se torna sua parceira na comercialização e hospedagem das tecnologias desenvolvidas.

A iniciativa também fortalece o uso da Microsoft Azure, serviço de nuvem da empresa. Cada cliente da OpenAI usará a solução através da plataforma. Juntas, as empresas esperam criar soluções de “artificial general intelligence” (AGI) para áreas como saúde, mudanças climáticas e educação.

A AGI é uma inteligência artificial avançada que propõe o aprendizado não apenas de atividades mecânicas, mas também intelectuais. “A criação da AGI será o desenvolvimento tecnológico mais importante da história humana, com o potencial de definir a trajetória da humanidade”, afirma Sam Altman, fundador e CEO da OpenAi, no anúncio da parceria.

A OpenAI foi criada em 2015 por grandes nomes como o próprio Sam Altman e Elon Musk. A empresa possui como um dos investidores Reid Hoffman, cofundador do LinkedIn. Agora, contará também com a Microsoft como uma de suas principais acionistas.

“Ao unir a tecnologia inovadora da OpenAI com as novas tecnologias de supercomputação da Azure AI, nossa ambição é de democratizar a inteligência artificial – enquanto mantemos a segurança no centro – para que todos possam se beneficiar”, diz Satya Nadella, CEO da Microsoft.