Lyft, concorrente da Uber nos EUA, aumenta preço de ação na véspera de IPO

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

28 de março de 2019 às 11:35 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Lyft, empresa de corridas por aplicativo dos Estados Unidos, acaba de aumentar o valor de suas ações na véspera de sua primeira oferta inicial (IPO). Antes, cada ação da companhia estava avaliada entre US$ 62 a US$ 68 dólares. Agora, esse número acaba de subir para US$ 70 a US$ 72.

Essa pode ser uma resposta da startup para a procura dos investidores pelas ações. Com o novo preço, a expectativa é que a Lyft alcance o valor de mercado de até US$ 24,3 bilhões após se tornar uma empresa de capital aberto.

Saberemos o valor de mercado da Lyft em breve – a empresa fará o IPO na Nasdaq nesta sexta-feira. A Nasdaq é a bolsa de valores de Nova York focada em empresas de tecnologia. Criada em 2012, a Lyft é a maior concorrente da Uber nos Estados Unidos. Ela foca principalmente neste mercado, ainda que tenha iniciado sua expansão para o Canadá.

A empresa é marca mais querida pelos usuários do que a Uber, segundo pesquisa. A empresa é considerada “mais amigável”. Segundo pesquisa da Raymond James, atualmente a Uber possui cerca de 60% do mercado nos Estados Unidos, em comparação aos 23% da Lyft.

Entretanto, apesar de serem concorrentes, a procura por ações de empresas de corrida por aplicativo pode ser uma boa notícia para a Uber. Isso porque a companhia também planeja realizar seu IPO neste ano, em abril. A bolsa de valores escolhida foi diferente – a Uber estreará na NYSE, New York Stock Exchange.