Intel levará tecnologia autônoma para o transporte público da China

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

9 de janeiro de 2019 às 11:15 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A Mobileye, empresa adquirida pela Intel em 2017, possui novos planos para o transporte público da China. Ela divulgou um acordo com a Corporação de Transporte Público de Beijing para trazer a tecnologia autônoma para o setor.

A parceria inclui o desenvolvimento de tecnologia autônoma no nível 4 (ou seja, com autonomia quase total) previsto para 2022. Juntas, as empresas desejam criar um novo padrão para a indústria.

Além disso, a Mobileye também deseja incluir sua tecnologia autônoma para os carros. A expectativa é de trazer iniciativas semiautônomas (nível 2 ou 3) para as ruas da China.

No entanto, para esse caso, ainda não há previsão de quando o projeto sairá do papel.

A companhia adquirida pela Intel não constrói os veículos, apenas aplica seus softwares e inteligência a eles.

O anúncio da parceria foi divulgado nesta edição da Consumer Eletronics Show (CES), em Las Vegas.