Google vai lançar serviço de entregas por drones em segundo país

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

4 de dezembro de 2018 às 15:54 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Alphabet, empresa controladora do Google, está prestes a lançar seu serviço de entregas por drones na Finlândia. Na prática, os clientes podem usar um aplicativo para solicitar os produtos e recebê-los em casa pelos drones. Segundo a empresa, o tempo médio de entrega é entre 6 e 10 minutos. 

O país nórdico será o segundo a receber o serviço. Nos últimos 18 meses, a empresa concluiu sua estreia na Austrália, em parceria com transportadoras de alimentos, bebidas, itens de farmácia para a zona rural de Queensland e Bonython.

Os finlandeses são reconhecidos internacionalmente por serem os primeiros a adotar novas tecnologias. O Google espera trabalhar com a comunidade e as empresas locais para encontrar a melhor maneira de implementar o serviço na cidade de Helsinque.

Para dar início às entregas, o Google disponibilizou um formulário para que os moradores da cidade possam dar algumas informações sobre o que esperam receber em menos de 10 minutos. 

Outras iniciativas

Diversas empresas estão de olho na tecnologia. Há um mês, a Uber anunciou que está em busca de um executivo para tornar o delivery por drones uma realidade até o final do ano que vem. A empresa se refere ao novo serviço como “UberExpress” – que possivelmente ficará dentro da UberEats – divisão da companhia para entrega de comida.

Há dois anos, a Domino’s entregou a primeira pizza com drone no mundo em Whangaparaoa, no norte de Auckland. Já a Daimler, dona da Mercedes-Benz, fez parcerias com startups para testar uma iniciativa semelhante. A Amazon e o Walmart patentearam iniciativas em que possuem armazéns flutuantes com drones para a entrega de pedidos.